Senadores decidem fazer nova votação para presidente

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Brasil • 2 de fevereiro de 2019

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Na tarde de hoje (2), os senadores resolveram realizar uma segunda eleição para presidente do Senado, após as confusões registradas na primeira votação. Durante a contagem dos votos, foram encontrados 80 envelopes nas urnas e outros dois votos soltos, o que levou a suspeita de fraude. O número total de senadores é 81.

Depois de decidir realizar uma nova eleição, os envelopes da primeira votação foram rasgados.

Antes da votação, foi contestado se ela seria aberta ou secreta. A maioria dos parlamentares preferia que os votos fossem públicos, mas o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, decidiu permanecê-los em segredo.

Seis senadores concorrem à Presidência do Senado: Ângelo Coronel (PSD-BA), Davi Alcolumbre (DEM-AP), Espiridião Amin (PP-SC), Fernando Collor (Pros-AL), Renan Calheiros (MDB-AL), Reguffe (sem partido-DF).

Fonte

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit