Seleção brasileira vence Portugal em amistoso

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

20 de novembro de 2008

Brasília

Brasil Portugal
Amistoso · Bezerrão (Brasília)
19 de novembro de 2008 · 22 horas (Brasil)
3 horas (Portugal)
Público:
Árbitro: Jorge Larrionda
Assistentes: Walter Rial e Pablo Fandiño
Flag of Brazil.svg
6 - 2
Flag of Portugal.svg
Julio César
Maicon (Daniel Alves)
Thiago Silva
Luisão
Kléber (Marcelo)
Gilberto Silva
Anderson (Josué)
Elano (Mancini)
Kaká
Robinho (Alex)
Luís Fabiano (Adriano)
Quim
Bosingwa
Pepe
Bruno Alves
Paulo Ferreira
Danny (Nani)
Maniche (Cesar Peixoto)
Tiago (Raul)
Deco (João Moutinho)
Cristiano Ronaldo
Simão.
Técnico: Dunga Técnico: Carlos Queirós
cartões amarelos: Elano, Marcelo e Luis Fabiano cartões amarelos: Danny e Cristiano Ronaldo



A Seleção Brasileira goleou Portugal por 6 a 2 em partida amistosa no estádio do Bezerrão, no Distrito Federal.

A seleção portugusa abriu o placar aos 4 minutos com gol de Danny. Logo depois, Luís Fabiano empatava aos 8 minutos com um passe de Robinho.

Luís Fabiano também marcou aos 24 minutos, após uma jogada de Kaká.

No segundo tempo, Maicon marcava o terceiro gol brasileiro aos seis minutos.

O quarto gol brasileiro veio de um cruzamento de Maicon para Robinho. O goleiro defendeu, mas na sobra, Luís Fabiano fazia 4 a 1 para o Brasil.

Aos 16 minutos, Simão fazia o segundo gol para Portugal.

Elano fez o quinto gol brasileiro com um chute no ângulo. O sexto gol veio de Adriano.

Dunga mantém tranquilidade sobre seu futuro na seleção
Dunga elogiou o time e continua firme na seleção brasileira

Após o jogo, o técnico do Brasil Dunga disse que a seleção brasileira mostrou que continua dando confiança para o trabalho que o treinador anda fazendo e que o presidente Ricardo Teixeira sempre passou apoio.

O treinador não se mostrou abalado com as notícias sobre sua demissão no fim do ano

Queirós - "Alguns golos (gols) foram até patéticos"
Para o treinador da seleção portuguesa, Carlos Queiros, mesmo com a derrota, Portugal mostrou personalidade

Em emtrevista à TVI, o treinador de Portugal, Carlos Queirós disse que o time se deslumbrou com o um a zero no início da partida e que depois o time desegregou-se e que muitos golos (ou gols) que a seleção portuguesa tomou foram até "patéticos". Queirós afirmou que as coisas complicaram, e com isso tirou a confiança e auto-estima da seleção. O treinador concluiu que, mesmo assim, Portugal mostrou personalidade e que pode tocar a bola e fazer gols.

Fontes