Sargento homossexual pede baixa depois de ser preso pela segunda vez

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
O Sargento Fernando de Alcântara, que pedirá baixa da Corporação e é companheiro do Sargento Laci Marinho de Araújo, preso por deserção. Foto: Agência Brasil

Agência Brasil

26 de junho de 2008

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O Exército Brasileiro confirmou ontem (25) o pedido de baixa do sargento Fernando Alcântara, que assumiu ter uma relação estável com o também sargento Laci Araújo. O processo de afastamento do sargento só deve começar a correr quando ele for libertado da prisão disciplinar. Alcântara deve ser liberado hoje (26).

Ele foi preso novamente na última segunda-feira (23) por ter aparecido em entrevista a uma revista sem o uniforme do Exército. Essa foi a segunda prisão do sargento, desde que assumiu o romance com Araújo, que também está detido acusado de deserção.

Assim que deixar a prisão, Alcântara deve passar por exames médicos e seu pedido de baixa deverá ser encaminhado para publicação no boletim do Exército.

O Comando Militar do Planalto, que recebeu o pedido, avalia que o processo deve durar no máximo quinze dias. O advogado de Fernando Alcântara não foi encontrado para falar sobre a decisão do sargento.


Fontes