Sandra Mason toma posse como primeira presidente de Barbados após país se desvincular da monarquia britânica

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.

30 de novembro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram
Sandra em 2019, no Independence Day Parade

Após esperar por mais de um ano, Barbados, que havia iniciado um período de transição em setembro de 2020, já é definitivamente uma república. Sandra Mason, que foi governadora-geral nos últimos anos, quando a chefe-de-estado ainda era a a rainha Elizabeth II, tomou posse como presidente numa cerimônia que aconteceu nos primeiros minutos desta madrugada.

O Príncipe Charles, herdeiro de Elizabeth, presenciou a tomada de posse, quando falou sobre a “aterradora atrocidade da escravidão" e os laços entre as agora duas nações completamente independentes. Ele recebeu a medalha da Ordem da Liberdade de Barbados.

A cantora Rihanna, nascida no pequeno país, também prestigiou o evento.

Barbados era até ontem uma monarquia constitucional parlamentar hierárquica, cujo chefe de estado, historicamente, era o monarca britânico - atualmente a rainha Elizabeth II - e durante mais de 200 anos foi um centro para o comércio transatlântico de escravos.

Tentativas de transformar Barbados numa república já haviam acontecido em 1966, logo após a independência do Reino Unido.

A monarca britânica continua chefe-de-estado do Reino Unido e também de Antígua e Barbuda, Austrália, Bahamas, Belize, Canadá, Granada, Ilhas Salomão, Jamaica, Nova Zelândia, Papua-Nova Guiné, Santa Lúcia, São Cristóvão e Nevis, São Vicente e Granadinas e Tuvalu.

Notícias Relacionadas

Fontes


Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit