Salários de jornalistas chineses dependem de pontos dados pelo Partido

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Flag of China.png

5 de outubro de 2005

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Segundo a Asia Media, Li Datong , um veterano editor do jornal China Youth Daily criticou um novo sistema de avaliação de jornalistas na República Popular da China que relaciona os salários pagos aos profissionais, com a avaliação que os artigos deles têm perante o Regime.

Uma carta aberta de Datong dirigida para a equipe do jornal em que trabalha foi parar numa sala de bate-papo do Yannan BBS e tornou público o seu descontentamento com o novo sistema de avaliação jornalística do Governo.

O sistema de avaliação, baseado em pontos, foi descrito numa reportagem da agência AFP. De acordo com suas regras, os repórteres devem receber 300 pontos por histórias bem avaliadas pelos líderes do Governo Central.

Os repórteres que escreverem histórias bem avaliadas pelo Departamento de Propaganda do Partido Comunista receberão 120 pontos e 100 pontos serão dados para quem escrever histórias que forem bem avaliadas pelos integrantes do Partido.

Através de um critério similar, os repórteres poderão receber pontos negativos para as histórias que forem criticadas por todas essas autoridades.


Fontes