STF abre investigação contra deputado Zeca Dirceu

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Zeca Dirceu em 2015.
Imagem: Jefferson Rudy.

Agência Brasil

28 de outubro de 2016

O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu abrir inquérito para investigar o suposto envolvimento do deputado federal Zeca Dirceu (PT-PR) no âmbito da Operação Lava Jato.

O pedido de investigação foi feito pela Procuradoria-Geral da República (PGR). O inquérito cita o crime de lavagem de dinheiro, mas os detalhes não foram divulgados porque o processo está sob segredo de Justiça.

Reação

Em nota, a defesa de Zeca Dirceu afirmou que o deputado nunca participou de tratativas em diretorias da Petrobras ou em empresas investigadas na Lava Jato. Os advogados também disseram que todas as doações recebidas na campanha do parlamentar foram declaradas e aprovadas pela Justiça Eleitoral.

“Não existe um único fato sequer que justifique este pedido de investigação, que por mais que o deputado não tenha nada a temer, reforça que acredita no Supremo Tribunal Federal e no arquivamento do pedido investigação”, disseram os advogados.

Histórico

O parlamentar é filho de José Dirceu, ex-ministro do Governo Lula na Casa Civil e deputado cassado por envolvimento com o escândalo do Mensalão (até então, maior escândalo de corrupção no País sob o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva) e preso no ano passado pela Operação Pixuleco, por envolvimento com Petrolão, o maior escândalo de corrupção que se tem notícia no Mundo (da então presidente Dilma Rousseff), a Operação Lava Jato.

Fonte

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati