Roberto Jefferson faz novas revelações sobre corrupção no Brasil

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Brasil • 21 de junho de 2005

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O deputado brasileiro Roberto Jefferson participou nesta última segunda-feira do programa "Roda Viva", da TV Cultura, canal estatal de televisão no Brasil.

Durante o programa, em que era sabatinado por jornalistas, o deputado reafirmou as acusações que já tinha feito antes e fez algumas novas revelações. Roberto Jefferson disse que o deputado João Pizzolatti (PP-SC) ajudava na distribuição do mensalão. Roberto Jefferson disse: “Era feito no café da manhã. O deputado subia e descia com um pacotinho”.

Segundo Roberto Jefferson, o mensalão foi idéia do ex-ministro do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, José Dirceu. Ele também acusou o secretário-geral do Partido dos Trabalhadores (PT), Silvio Pereira, de comandar um "grande esquema" de corrupção nas empresas estatais. Roberto Jefferson disse ainda que o esquema de corrupção montado durante o governo Lula "é maior que o esquema montado por PC Farias no governo Collor" porque "só tem petistas [integrantes do Partido dos Trabalhadores]".

O deputado disse que o secretário-geral do PT usava uma sala no quarto andar do Palácio do Planalto (o palácio do governo) para negociar com os outros partidos políticos. Segundo Jefferson: "O Silvinho despachava lá todo dia. Essas coisas são inegáveis. Será que eles [o PT] pensam que vão apagar tudo? Todo mundo viu. Será que vão partir para essa linha tão infantil".

Roberto Jefferson sugeriu que seja investigado o Departamento Nacional de Infra-estrutura Terrestre (DNIT). Ele ainda acusou as empresas estatais: Petrobrás, Furnas e Eletrobrás de trabalharem para o PT.

Em certo momento, durante a entrevista, o deputado Roberto Jefferson ironizou o alegado desconhecimento da imprensa das denúncias de corrupção:

Que conversa é essa? Estou estranhando tudo isso. Parece que estamos num convento de freiras. Pensei que fôssemos discutir aqui financiamento de campanhas políticas. Vocês sabem disso tudo que estão me perguntando.

Roberto Jefferson também falou que o ex-banqueiro do banco Bamerindus José Eduardo Andrade Vieira foi um dos financiadores "por dentro e por fora" da primeira campanha do ex-Presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), em 1994.

Ver também

Fontes