Robô Perseverance consegue produzir oxigênio em Marte

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

3 de maio de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram
Imagem do Perseverance pousado em Marte

Por Tempo - Meteored

Nesta terça-feira (20), o Perseverance obteve oxigênio no ambiente marciano. MOXIE, um dos instrumentos a bordo do Rover, estabeleceu um marco: converter dióxido de carbono (CO2) da fina atmosfera de Marte em oxigênio. Este experimento visa estabelecer as bases para futuras explorações no planeta vermelho. Transformar CO2 em oxigênio implica em garantir que os astronautas permaneçam no ambiente hostil de Marte e, o mais importante, que retornem para casa.

Considerando que 96% da fina atmosfera de Marte é composta por CO2, é vital obter ar respirável para os humanos, bem como combustível para a propulsão de foguetes. A NASA envia o MOXIE para fazer experiências com os níveis de oxigênio que pode obter em um intervalo específico de tempo. A intenção é produzir 10 gramas por hora: nesta ocasião, “após uma hora de operação, o oxigênio total produzido foi de aproximadamente 5,4 gramas, o suficiente para manter um astronauta saudável durante cerca de 10 minutos de atividade normal, explica a agência espacial.

Para quatro astronautas retornarem à Terra, são necessárias 7 toneladas métricas de combustível para os foguetes e 25 toneladas métricas de oxigênio. No entanto, os astronautas podem sobreviver durante um ano na superfície marciana usando somente uma tonelada cada um, diz o pesquisador principal do MOXIE, Michael Hecht, do Observatório Haystack em Massachusetts.

Para alcançar esse propósito, um instrumento como este, que tem o tamanho de uma bateria de carro, não poderia ser usado. Seria necessário levar à Marte um conversor de oxigênio maior e mais poderoso do que o MOXIE, para produzir as toneladas de oxigênio requeridas na missão.

Principal objetivo do Perseverance em Marte

A astrobiologia é a chave para os objetivos do Rover: estudar a geologia e o clima passado ajudará na busca por sinais de vida microbiana antiga. Pela primeira vez em Marte, rochas e regolitos serão coletados e armazenados e, também serão registrados sons na superfície fina do planeta. Sem dúvida, Mars 2020 é a missão mais completa já enviada ao planeta vermelho.

O Perseverance foi equipado em 2019 com instrumentos de alta tecnologia para monitorar o clima (MEDA), produzir oxigênio (MOXIE), detectar minerais e matéria orgânica (SHERLOC), mapear a composição química de rochas e sedimentos (PIXL), além de várias câmeras de alta definição e um par de microfones para gravar os sons da superfície do planeta. Além disso, ele já conta com a ajuda do mini helicóptero Ingenuity, responsável pela exploração aérea.

A humanidade explora Marte há mais de 40 anos, o que permitiu uma visão mais clara da evolução da paisagem marciana. Então, qual é o verdadeiro propósito do Perseverance? Se encontrar sinais de vida, dar passagem à exploração do planeta e, a longo prazo, colonizá-lo.

Notícia Relacionada

Fonte

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit