Restam apenas 2,7 bilhões de metros cúbicos de água utilizável no Azerbaijão

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

18 de julho de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram
Rio Kura
Rio Kura no Cáucaso

Atualmente, as reservas de água do Azerbaijão somam 11,3 bilhões de metros cúbicos, dos quais 8,6 bilhões/m³ não são utilizáveis. Isto foi afirmado pelo vice-primeiro ministro do país, Shahin Mustafayev.

“Este ano houve uma situação muito tensa em termos de reservas de água. Os reservatórios existentes possuem capacidade total de 20,5 bilhões de metros cúbicos, atualmente as reservas somam 11,3 bilhões”, disse Mustafayev em uma reunião de gabinete sobre o desenvolvimento socioeconômico do Azerbaijão no primeiro semestre de 2020.

Mustafayev explicou a escassez de água devido às mudanças climáticas, em particular, um aumento na temperatura média, uma diminuição no volume de água proveniente de países vizinhos, uma forte queda nas chuvas, o desenvolvimento da agricultura e a expansão das redes de abastecimento de água em todo o país.

Mustafayev observou que uma comissão foi criada por ordem do presidente para garantir o uso eficiente dos recursos hídricos e melhorar a gestão da água.

“Dada a gravidade da situação, foi criado um regime de uso da água para irrigação, abastecimento nos reservatórios de Mingachevir e Jeyranbatan, e um balanço hídrico foi preparado pela primeira vez. Além disso, foi criado um cronograma de irrigação de 570 mil hectares de área semeada”, afirmou Mustafayev.

Mustafayev disse ainda que, para aumentar os recursos hídricos, o país está preparando propostas relacionadas à criação de reservatórios para coletar água dos rios das montanhas, além de identificar novas fontes de abastecimento de água potável.

Anteriormente, soube-se que no Azerbaijão, no rio Kura — o maior do Cáucaso — continua um desastre ambiental: as águas do mar Cáspio o inundaram. A água do mar se misturou ao rio por 60 quilômetros e chegou à região de Neftchala. A água na região tornou-se tão salgada que é inadequada para gado e irrigação. Os moradores locais dizem que em alguns lugares há uma mortalidade de gado devido à falta.

O aquecimento global observado nos últimos anos e o uso inadequado dos recursos hídricos levaram ao fato de que o volume de água que flui para o Azerbaijão a partir do Kura diminuiu 25% e do rio Arax 60%.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit