Residentes de Gaza invadem o Egito

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

24 de janeiro de 2008

Localização do Egito.

Milhares de palestinos entraram no território Egípcio após a parede da fronteira na passagem de Rafah foi destruída. Os Palestinos dizem que este ato foi por5 causa da necessidade para obter alimentos e combustível.

O presidente egípcio Hosni Mubarak anunciou que o seu governo permitiu que os residentes de Gaza entrarem no Egipto, com a condição de que a entrada seja pacífica e temporária.

Testemunhas relataram que uma grande quantidade do muro foi destruído por ativistas mascarados com explosivos na madrugada de quarta-feira, permitindo que caminhões superlotadas com milhares de palestinos, com a presença de cerca de 2000 soldados egípcios, a passagem da fronteira.

Na terça-feira durante a reunião do Conselho de Segurança da ONU, uma delegação de palestinos acusou Israel de promover a violência na região, enquanto que Israel disse que as medidas foram concebidas para proteger-se Ataques de mísseis sendo lançados a partir de Gaza.

Embora que Israel reduziu as restrições do bloqueio, que alertou que as restrições poderão ser reintegrado se os ataques com mísseis persistirem.

Representantes de ambos os governos da Europa e América exigiram o levantamento do bloqueio e do empenho de ambas as partes a trabalhar no sentido de pôr fim ao conflito.


Fontes

Em espanhol*{{{author}}} Miles de palestinos irrumpen en Egipto BBC Mundo 23 de janeiro de 2008

Em espanhol* Mubarak anuncia que Egipto autorizó la entrada de palestinos Agence France-Presse 23 de janeiro de 2008

Em espanhol*Nidal al-Mughrabi Palestinos vuelan muro fronterizo y huyen a Egipto Reuters 23 de janeiro de 2008