Queda de energia em Fukushima apresenta risco radioativo

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

24 de abril de 2015

Japão — Uma queda de energia em planta nuclear Fukushima 1 do Japão na terça-feira viu oito bombas de transferência de água desligados, prejudicando os esforços para coletar água radioativa vazados antes que ele possa chegar ao mar.

Tokyo Electric Power Company (TEPCO), que funciona a usina, disse que as bombas afetadas puxar água radioativa de um canal de drenagem, enviá-lo através de outro canal para uma baía artificial fechado. Esta transferência começou em 17 de abril, na sequência de um relatório oficial divulgado em fevereiro pela TEPCO, revelando alta concentração de materiais radioativos encontrados na água de drenagem da planta.

Este últimas notícias da usina nuclear, que fica no extremo leste da ilha-nação, ao lado do Oceano Pacífico Norte, vem quatro anos após o desastre nuclear de Fukushima Daiichi, no dia 12 de março de 2011. Este desastre viu a planta nuclear submetido ao força combinada de um terremoto e um tsunami, o que causou uma explosão na usina. Desde então, o local permaneceu instável.

The Woods Hole Oceanographic Institution encontrado pequenas quantidades de isótopos de césio radioativo ao longo da costa da América do Norte, relatadas no início deste mês. Junto com estas substâncias de césio, relatórios TEPCO indicar até 10 trilhões de becquerels de estrôncio - 90 e 40 trilhões de becquerel de trítio ter contaminado a água do mar como resultado de, e no rescaldo do, o desastre de 2011.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati