Quase 57 mil pessoas deixaram guerrilhas na Colômbia desde 2003

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

18 de dezembro de 2014

Colômbia

Quase 57 mil membros de grupos guerrilheiros e paramilitares desmobilizaram na Colômbia desde 2003 até outubro, informou a Agência Colombiana para a Reintegração (ACR), nessa quarta-feira (17). Segundo dados da agência, do total, 47.770 pessoas aderiram ao programa de reintegração e 7.810 já terminaram o processo. Não foram divulgadas informações sobre quais foram os grupos guerrilheiros e paramilitares que as pessoas deixaram.

O diretor-geral da ACR, Joshua Mitrotti, disse, em comunicado, que os desafios da agência para 2015 passam por diminuir o estigma por parte da sociedade colombiana em relação aos desmobilizados. Também procurará estabilidade jurídica para as pessoas que abandonaram os grupos e aprofundará a regionalização da política de reintegração.

Além de apoiar os desmobilizados, a ACR também promove a prevenção do recrutamento de crianças, por meio de programas em várias regiões do país. A ACR é a entidade responsável pela reintegração das pessoas que deixaram as fileiras de grupos armados e figura sob a dependência direta da Presidência da República.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com