Quarta bomba explode no Líbano

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Flag of Lebanon.png

2 de abril de 2005

Outra bomba explodiu na tarde de sexta-feira em um centro de compras na aldeia libanesa-cristã de Broummana, a leste de Beirute, capital do Líbano. Ninguém foi morto na explosão, mas doze pessoas foram feridas, embora não seriamente, os relatórios indicam. Imagens da televisão libanesa mostraram grandes danos. A explosão é o quarto atentato cujo alvo principal é a população anti-síria cristã. O último atentado ocorrido anterioremente, no dia 27 de março, matou duas pessoas e feriu outras cinco.

A explosão aconteceu aproximadamente às 21:45, hora local, no shopping center Rizk Plaza. A mídia local acredita que uma bomba foi colocada na área de estacionamento no subterrâneo, abaixo do complexo, embora não tenha havido ainda nenhuma confirmação oficial dos serviços de segurança. Fontes dizem que o centro comercial atual ocupava o andar térreo, e que os espaços nos andares superiores não eram utilizados.

Localizado na região de montanhas de Metn a leste de Beirute, Broummana fica a meia hora de carro da capital e é uma localidade popular para os turistas, em particular aqueles dos países do Golfo.

Horas antes, o primeiro ministro pró-sírio Omar Karami tinha dito que ele não renunciaria como tinha anunciado anteriormente. Ele tentará em vez disso, formar um governo de coalizão até as eleições do país, previstas para maio. A oposição anti-síria tinha recusado juntar-se ao governo e exigia em vez disso a sua renúncia.

O Líbano vive sob grande tensão política desde o assassinato do antigo primeiro ministro, Rafik Hariri e do recuo subseqüente das forças sírias colocadas no país.

Fontes