Primeiro medalhista olímpico do Afeganistão é recebido como herói nacional

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

28 de agosto de 2008

Cabul, Afeganistão

O primeiro medalhista olímpico do Afeganistão, desde a primeira participação do país nas Olimpíadas de 1936, Rohullah Nikpai, de 21 anos, que conquistou bronze nos Jogos de Pequim, foi recebido hoje como um verdadeiro herói no Aeroporto Internacional de Cabul, em Cabul (capital do Afeganistão) por milhares de admiradores e dirigentes que queriam homenagear "o orgulho da nação [afegã]".

Milhares de afegãos compareceram ao Estádio Nacional para dar as boas vindas ao primeiro medalhista olímpico na história do Afeganistão. Os compatriotas de Rohullah Nikpai o trataram como um herói, em festa feita para o atleta.

Nikpai se encontrou com o vice-presidente afegão Karim Khalili no aeroporto de Cabul. Helicópteros sobrevoaram a cidade jogando panfletos com a sua foto.


Ele faz o povo afegão sentir orgulho
panfletos do helicópteros lançados em Cabul


Muitos afegãos não puderam assistir ao feito histórico de Nikpai, devido ao frágil sistema de distribuição de energia no país e por poucas pessoas terem acesso à televisão à cabo no país. No entanto, uma fita com a vitória do atleta na decisão pelo bronze foi divulgada mais tarde.

O governo afegão anunciou que, como recompensa, vai cobrir os gastos para que o atleta do taekwondo de 21 anos e seus três companheiros da delegação olímpica façam a peregrinação anual à Meca.

Nikpai, que recebeu 20.000 dólares de uma companhia telefônica, também levou um cheque de 10.000 dólares do Comitê Olímpico. Além disso, o presidente Hamid Karzai prometeu para ele e sua família uma casa nova.

Em 20 de agosto, Nikpai conquistou a inédita medalha durante a luta de taekwon, mas a notícia da conquista demorou chegar no Afeganistão devido a péssima condições elétricas e comunicações no país.

Antes da medalha de Nikpai nas Olimpíadas de Pequim, o melhor resultado do Afeganistão era a 15ª colocação na luta livre, em Tóquio-64.


Fontes