Preso o acusado de assassinar menina junto com menor no Estado de São Paulo

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

18 de junho de 2009

Rio Claro, SP, Brasil

Policiais Civis de Rio Claro, interior de São Paulo, prenderam na manhã de hoje, o segundo envolvido no assassinato da menina Gabriela Nunes de Araujo, a estudante de 8 anos.

Segundo a imprensa, Jair Palomino Gomes Junior, de 18 anos, foi preso no Bloco 2B do CDHU, na madrugada de hoje, após a denúncia anônima por telefone.

O acusado foi levado para Delegacia de Investigações Gerais (DIG) às 6h42, acompanhado de Policiais Civis. O delegado Seccional de Rio Claro, Dr. Otávio Ferreira Balbão Junior, acompanhado do delegado da DIG, Dr. Paulo Nabuco, estiveram acompanhando o excelente trabalho policial.

Histórico

A morte da Gabriela Nunes de Araújo ocorreu às 10h30 do dia 21 de maio. Antes disso, na noite do dia 19 de maio, Jair Palomino e o menor de 17 anos invadiram a casa de segurança máxima, fazendo de refém a babá e as meninas gêmeas. Quando o alarme disparou, um dos assaltantes exigiu que a babá desligasse o alarme.

Como a babá não sabia desligar, o assaltante se irritou atirou na cabeça da Gabriela e a dupla de assaltantes fugiu. A menina baleada na cabeça foi levada ao hospital, mas morreu dois dias depois.

A repercussão do assalto e a morte da Gabriela foi enorme no Brasil, por se envolvimento do menor do assalto. Quando o menor foi preso e transferido, foi hostilizado depois afirmar que foi que atirou. Porém a babá diz que não foi ele. Posteriormente revelou que o menor já foi preso no dia 22 de janeiro por assalto e solto uma semana depois por ser menor. Se tivesse sido mantido na prisão, a Gabriela estaria viva.

Homenagem

Após confirmação da morte da Gabriela, ocorreram homenagens à estudante na escola onde estudava, inclusive no site de relacionamento Orkut, inclusive no Flick, que pode ser visto a primeira e segunda páginas.

Reportagem

Em março, dois meses antes do crime, o periódico Jornal da Cidade, do Rio Claro, fez entrevista sobre gêmeos, entre eles estavam as irmãs gêmeas.

Segundo comentário da mãe, apesar de parecidas, as filhas têm comportamentos e personalidades completamente diferentes. "As duas são extremamente carinhosas, uma é mais curiosa e de opinião forte. Já a Gabriela é mais extrovertida e sensível", diz a mãe.

Fontes