Presidente guineense inicia consultas para marcar eleições legislativas

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência VOA

23 de fevereiro de 2018

Eleições devem acontecer este ano

O Presidente da Guiné-Bissau vai iniciar, na próxima semana, a auscultação dos partidos políticos com vista a fixar a data para as eleições legislativas, previstas para este ano.

Em comunicado divulgado nesta sexta-feira, 23, José Mário Vaz afirma que, para o efeito, “encetou diligências junto ao Supremo Tribunal de Justiça com vista a obtenção de informações sobre a situação, no plano legal, dos partidos políticos”.

Para o Chefe de Estado guineense, “em conformidade com as disposições constitucionais e legais, as eleições legislativas deverão ter lugar no corrente ano de 2018”.

No comunicado assinado pelo seu conselheiro e porta-voz, Fernando Mendonça, o Presidente disse estar “empenhado em tudo fazer para cumprir os preceitos constitucionais e legais, relativos às eleições legislativas e o respectivo calendário eleitoral”.

A decisão de Vaz acontece no momento em que o novo primeiro-ministro, Artur Silva, continua a ter dificuldades em formar o seu Governo, perante a recusa dos partidos com assento parlamentar em integrar o Executivo, exigindo o cumprimento do Acordo de Conacri.

A comunidade internacional (CEDEAO, ONU e União Africana), continua, também, a pressionar os atores políticos guineenses para respeitarem o Acordo.

Fonte

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati