Presidente do Partido dos Trabalhadores afirma que denúncias são vazias e irresponsáveis

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

26 de junho de 2005

Brasil

O Presidente do Partido dos Trabalhadores (PT) José Genoíno afirmou que as denúncias contra o governo do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o PT são vazias e irresponsáveis. A opinião do presidente do PT foi publicada no website do partido.

José Genoíno disse que:O Brasil está sendo assolado por uma onda de denúncias vazias e irresponsáveis. Essa onda é pilotada, nos bastidores, por setores da oposição e escudada por setores da imprensa.

Para Genoíno o objetivo é prejudicar a imagem do partido e do governo, com a finalidade de vencê-lo nas eleições presidenciais do próximo ano. Segundo o presidente do PT: "Nessa onda de denúncias vazias existe um único fato e muitas versões – algumas fantasiosas, outras deliberadamente mentirosas".

Ele disse que o único fato até agora é o flagrante de "um funcionário de carreira dos Correios foi flagrado recebendo uma propina e afirmando que fazia parte de um esquema de arrecadação de recursos pilotado por Roberto Jefferson, então presidente do PTB".

Genoíno argumenta que a partir deste fato, o deputado Roberto Jefferson inventou duas grandes inverdades que seriam: "a de que o tesoureiro do PT, Delúbio Soares, pagava uma mesada aos deputados do PP e do PL" e a de que "o PT teria feito um acordo com o PTB, de repasse de recursos financeiros, e que teria repassado R$ 4 milhões para os petebistas".

Ver também[editar]

Fontes[editar]

Reportagem original
Esta notícia contém reportagem original de um Wikicolaborador. Veja a página de discussão para mais detalhes.