Presidente de Cuba está em Angola

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência VOA

20 de julho de 2009

Luanda, Angola

O presidente de Cuba, Raúl Castro, chegou a Luanda para uma visita oficial de 48 horas. É a segunda visita em menos de seis meses e durante a visita quais vão ser passados em revista os acordos de cooperação entre os dois países.

Em fevereiro passado a primeira vinda do novel chefe após substituir o irmão Fidel, 20 anos depois das transformações ocorridas no leste europeu, reanimou as relações entre os dois países que olham para a cooperação numa perspectiva mais mercantilista e com menos paixão marxista-leninista a par de certa margem de impacto político pretendido com esta deslocação.

Esta tarde e para receber o visitante cubano esteve no aeroporto internacional em Luanda o primeiro Ministro Paulo Kassoma.

Longe vai o tempo em que a chamada "ajuda internacionalista desinteressada" dominava as relações dos dois países. As vantagens comparativas são hoje mais relevantes.

Ainda assim pela natureza privilegiada desta relação, por se saber ficam sempre os números reais sobre o volume de negócios e as tendências da balança comercial, no passado dominada por um lado com remessas de matérias primas idas de Angola como petróleo bruto, e o açúcar recebido de Cuba, isto além doutros serviços no campo da Segurança e a presença militar que registou no ápice 60 mil efectivos.

Na sequência da vitória militar temporária sobre os outros contendores (FNLA e UNITA, graças a expedita ajuda do bloco de leste) a génese das instituições do Estado angolano foram moldadas ao feitio das congéneres de Cuba o que determinou a formação de quadros angolanos servindo hoje apenas de referência e pouco menos já que os angolanos têm outras viragens no mundo.

Ainda assim os acontecimentos históricos da guerra pós-independência e o actual domínio político do MPLA servem de impulso para a continuação de velhas amizades nascidas de tal ocasião.

Detentora de reconhecido capital de quadros nas áreas da Educação, Medicina, Construção Civil e Segurança, Cuba capitaliza na qualidade dos serviços que exporta, a propósito do que foram nesta retomada das relações, assinados Acordos nestes domínios. A transformação em acções práticas dos mesmos bem como a possível extensão a outros domínios pode agora ser objecto de análise das partes.

O programa de visita contempla o encontro nesta terça-feira com José Eduardo dos Santos no palácio presidencial onde está reservada uma recepção com honras de Estado.

Fonte


Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati