Presidente da ONU exige cumprimento do cessar-fogo

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

15 de janeiro de 2009

O Presidente da Assembléia Geral das Nações Unidas, o nicaraguense Miguel D'Escoto, exigiu o imediato cumprimento da recente resolução do Conselho de Segurança das Nações Unidas, que ordena um cessar-fogo na Faixa de Gaza.

O ex-chanceler da Nicarágua afirmou que o objetivo do órgão legislativo da ONU é o pronto cumprimento do cessar-fogo imediato, para o qual aumentará as pressões, apesar da resisitência em ambos os lados. O ex-chanceler nicaraguense também criticou o fato de o documento não pedir a total suspensão do bloqueio que Israel impõe à Faixa de Gaza desde junho de 2007, quando o Hamas tomou pela força o controle desse território palestino.

No entanto, segundo D'Escoto, essa omissão não é suficiente para que o Hamas ignore a vontade do CS, apesar de o bloqueio israelense ser "responsável por um desastre humanitário" e também representar "uma clara violação ao direito internacional". O presidente da Assembléia Geral da ONU, Miguel d'Escoto, acusou Israel de violar o direito internacional em sua ofensiva na Faixa de Gaza, que deixou mais de 1.000 mortos em 20 dias.

Fontes