Presidente da Guiné morre e militares suspendem constituição do país

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Localização de Guiné.

23 de dezembro de 2008

Logo após autoridades da Guiné informarem a morte do general presidente Lansana Conté, em Conacri, o capitão do Exército Moussa Dadis Camara anunciou nesta terça-feira na rádio estatal a dissolução do governo e das instituições republicanas, além da suspensão da Constituição.

Segundo o informe repassado pelo capitão, "as instituições republicanas se caracterizaram por sua incapacidade de envolver-se na solução das crises que deixam a população guineana em um desespero profundo".

Conté, que morreu aos 74 anos, comandou o país na África Ocidental com mão de ferro desde 1984, e a causa da morte ainda é desconhecida, sabendo-se apenas que era fumante e diabético.

A União Africana (UA) anunciou que acompanha com preocupação a situação em Guiné, segundo o comissário de Paz e Segurança da organização, Ramtan Lamamra.

Fontes