Presidente da Casa dos Comuns renuncia, após escândalo no Reino Unido

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Michael Martin

19 de maio de 2009

Michael Martin, presidente (Speaker) da Câmara (Casa) dos Comuns (equivalente à câmara dos deputados), renunciou ao seu cargo e anunciou que sairá em 21 de junho próximo, na esteira da crise dos gastos por parte dos deputados, que incluíam despesas como estrume, churrasqueiras e material de jardim na lista de reembolso da Casa.

A renúncia é a primeira de um presidente da Câmara dos Comuns desde 1695, quando Sir John Trevor foi demitido por ter aceitado suborno. O presidente da Casa dos Comuns mantém a ordem durante os debates, decide que legislador vai falar e representa a Câmara em discussões com a Rainha Elizabeth II e com a Câmara dos Lordes. Via de regra, é uma espécie de administrador da Casa, não tendo papel no Governo.

O primeiro-ministro do Reino Unido Gordon Brown convocou para esta tarde uma conferência de imprensa, depois de ter sido ontem pressionado pelo líder do Partido Conservador, David Cameron, para convocar eleições antecipadas. Martin é do Partido Trabalhista do Reino Unido e é eleito pelo distrito de Glasgow.

Fontes