Premiê de Israel é acusado de corrupção

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
O premiê Olmert, em São Paulo (2005). Foto:Antônio Milena/ABr

9 de maio de 2008

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O primeiro-ministro de Israel, Ehud Olmert, está sendo investigado por supostamente ter recebido milhares de dólares em doações de campanha de forma ilícita, quando era prefeito de Jerusalém. Ele afirmou, em um pronunciamento convocado às pressas, que só vai renunciar se for indiciado pelo procurador-geral do país.

Eu nunca recebi propinas, eu não fiquei com um centavo para mim

O primeiro-ministro afirmou que não lutará para ficar no cargo caso ele seja formalmente acusado. "Fui eleito por vocês, cidadãos de Israel, para ser o primeiro-ministro, e não pretendo me esquivar dessa responsabilidade. Ao mesmo tempo, e apesar de a lei não me requisitar isso, irei renunciar ao meu cargo se o promotor-geral decidir me indiciar", disse Olmert.

Fontes