Príncipe Harry devolve dinheiro gasto com reforma de sua residência real, Frogmore Cottage

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

9 de setembro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Omid Scobie, um dos autores do livro Findig Freedom, que foi autorizado pelo Príncipe Harry e sua esposa Meghan Markle, revelou em seu Twitter na segunda-feira passada, 07 de setembro, que Harry já devolveu às arcas públicas as 2,4 milhões de libras gastas para a reforma de Frogmore Cottage, a que foi a residência real oficial do casal no Reino Unido entre março e outubro de 2019, quando eles se mudaram para o Canadá, inicialmente para uma temporada de alguns meses na América do Norte.

No mesmo dia, a notícia foi divulgada em primeira mão pela revista Harper's Bazaar, onde Omid trabalha como jornalista.

O jornalista também revelou em seu Twitter que Harry havia aberto outro processo legal no Reino Unido contra a imprensa, desta vez contra o tabloide Sunday Times, por este reportar que os jogos do projeto Invictus Games, criado por ele, haviam sido cancelados por Harry ter assinado contrato com a Netflix - os jogos seriam transmitidos pela Amazon, concorrente da Netflix. Segundo explicações de Omid, um representante do Invictus Games afirmou que Harry continua "comprometido como sempre" com o projeto e que o cancelamento dos jogos aconteceu devido à pandemia de Covid-19.

Os jogos aconteceriam na primavera de 2021, nos Estados Unidos.

A reforma de Frogmore Cottage

Harry e Meghan, o Duque e a Duquesa de Sussex, se casaram em maio de 2018 e moraram por alguns meses no Palácio de Kensington, enquanto Frogmore Cottage era renovado. A reforma incluiu, segundo a imprensa, entre outras coisas, a troca do forro e telhado, a instalação de uma novo sistema de aquecimento, a modernização da cozinha, a derrubada de paredes para a criação de uma ampla sala de estar e a criação de uma sala de yoga [Meghan, como sua mãe, pratica yoga] e de uma sala de recreação infantil para o filho, que na época ainda não tinha nascido.

O casal se mudou para o local, que fica nos terrenos do Palácio de Windsor, em março de 2019, mas poucos meses depois, em outubro, fugindo do escrutínio da imprensa britânica, se mudou para a América do Norte, para passar uma temporada longe dos holofotes.

Eles viveram por cerca de 5 meses no Canadá, mas pouco antes da fronteira entre o país e os EU ser fechada devido à pandemia de Covid-19, eles se mudaram para Los Angeles - segundo rumores, para a casa do diretor e ator Tyler Perry. Há cerca de um mês, a imprensa noticiou que o casal tinha comprado uma casa em Santa Mônica, também na Califórnia, avaliada em 15 milhões de dólares.

Notícias Relacionadas

Fontes


Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com