Pompeo alerta Suriname e Guiana sobre riscos de cooperação com a China

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

19 de setembro de 2020

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, recomendou aos líderes do Suriname e da Guiana a escolha de empresas estadunidenses, alertando sobre os riscos da cooperação econômica com a China.

Pompeo se tornou o primeiro secretário de Estado dos EUA a visitar dois pequenos países da América do Sul, onde a descoberta de petróleo despertou repentino interesse global.

Em uma reunião com o recém-eleito presidente do Suriname, Chan Santokhi, Pompeo disse que era "um momento emocionante" para a economia do país e que os Estados Unidos estavam "procurando cooperar".

“Nenhuma empresa estatal pode superar a qualidade dos produtos e serviços fornecidos pelas empresas privadas dos EUA”, disse Pompeo em entrevista coletiva.

“Vimos o Partido Comunista Chinês investir em outros países e, no início, tudo parecia estar bem, mas então tudo desmoronou quando as consequências políticas se tornaram óbvias”, disse Pompeo.

“Onde quer que eu vá, fazemos o possível para garantir que todos entendam no que estão se metendo”, concluiu o Secretário de Estado.

Mais tarde, Pompeo voou para a vizinha Guiana, onde falou de maneira semelhante.

Fontes

Ligação a um site em russo Помпео предостерег Суринам и Гайану о рисках сотрудничества с КитаемVOA, 19 de setembro de 2020

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com