Pela primeira vez desde 1899 população do Japão diminui

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Cruzamento de uma rua em Tóquio.
Evolução da população japonesa
Número de habitantes (em milhões) Ano
55,96
1920
59,73
1925
64,45
1930
69,25
1935
71,93
1940
72,14
1945
83,2
1950
89,2
1955
93,41
1960
98,25
1965
103,72
1970
111,94
1975
117,06
1980
121,04
1985
123,61
1990
125,57
1995
126,92
2000
127,77*
2004
127,76*
2005
1) Foram contados tanto estrangeiros quanto japoneses natos residentes no Japão por mais de três meses, excetuando funcionários diplomáticos.
2) As cifras de 2004 e de 2005 provêm dos dados divulgados pelo Instituto Nacional de Pesquisa da População e Seguro Social do Japão. Os demais são do Escritório de Estatísticas do Ministério de Assuntos Internos do Japão.

27 de dezembro de 2005

A população de Japão diminuiu de 127.776.000 habitantes em 1 de outubro de 2004 para 127.757.000 em 1 de outubro deste ano, segundo informou o Instituto Nacional de Pesquisas da População e Seguro Social do Japão num censo nacional publicado nesta terça-feira (27). Os dados de 2004 foram extrapolados a partir dos dados de 2005.

Segundo o jornal Asahi Shimbun, na semana anterior o Ministério de Saúde, Trabalho e Bem-estar tinha previsito que ia haver 10 mil nascimentos a menos no país este ano. O escritório governamental tinha assinalado num relatório de 1997 que a taxa de fertilidade caiu de 2,1 filhos em 1974 a 1,42 em 1995, ultrapassando o limite mínimo de 2,08 que seria necessário para manter o mesmo número da população actual pelos próximos anos. No ano passado a mesma taxa foi de 1,04.

Por sexo, a população masculina é de 62,34 milhões (230 mil a mais em relação ao censo de 2000) e a feminina de 65,42 milhões (601 mil a mais em relação a 2000). Houve um aumento no número de lares (total de 49,53 milhões e 2,47 milhões a mais em relação a 2000, ou um crescimento de 5,2%), mas o número de habitantes por lar caiu de 2,7 em 2000 a 2,58 em 2005. A queda pode ter sido resultado do aumento do número de jovens e idosos que vivem sozinhos. A cidade mais povoada continua sendo a capital Tóquio (12,57 milhões de habitantes), seguida de Osaka (8,82 milhões).

O Ministro de Assuntos Internos, Heizō Takenaka, assinalou que "o censo mostra que a população está numa fase descendente".

Com o resultado do último censo, o Japão passa a ser agora o décimo país mais povoado do mundo, caindo uma posição. O nono lugar que ocupava há cinco anos é agora da Nigéria. Esta é a primeira vez desde 1899 quando o Governo começou a contar a população e sem considerar o sucedido durante a Segunda Guerra Mundial, que fez com que a população japonesa diminuíssse.

Os dados revelados nesta terça-feira preocupam o Governo japonês, pois um decrescimento populacional e uma população envelhecida podem trazer conseqüências ruins para os aposentados, visto que haveria menos trabalhadores ativos para sustentá-los.


Fontes