Patriarca da Igreja Ortodoxa da Eritreia em prisão domiciliar

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

27 de janeiro de 2006

O Patriarca da Igreja Ortodoxa da Eritreia, Abune Antonios, 78 anos, foi afastado de seus deveres como religioso e está em prisão domiciliar segundo determinação das autoridades.

A detenção do patriarca ocorreu depois que ele protestou contra a prisão de três padres ortodoxos da Igreja de Medhane Alem e acusou o Governo de interferir em assuntos da Igreja.

Há rumores de que a Igreja Ortodoxa da Eritreia esteja se mobilizando para escolher um novo patriarca. Abune Antonios disse que um patriarca só pode ser substituído em caso de doença ou falta grave.

Fontes