Partido Comunista do Brasil defende narcoguerrilha das FARC e acusa Uribe

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

5 de março de 2008

Brasil

Em seu editorial o website Vermelho.org do Partido Comunista do Brasil defendeu a narcoguerrilha marxista das FARC ao mesmo tempo em que atacou o Presidente da Colômbia Álvaro Uribe.

Segundo o editorial:"a evidente e confessa violação da soberania territorial do Equador pelo exército da Colômbia abriu uma crise político-diplomática na América Latina. O presidente colombiano, Álvaro Uribe, já era um governante isolado na extrema direita do espectro político do continente, com sua política interna militarista, de terrorismo de Estado. Com o massacre de Raúl Reyes e 16 outros guerrilheiros das Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia), em território equatoriano, passou também à agressão externa".

De acordo com os comunistas:"As Farc não se cansam de proclamar seu empenho na busca de uma solução negociada. O próprio Raúl Reyes, em sua última entrevista, voltou a defender 'saídas políticas para o conflito interno dos colombianos'."


Fontes