Participantes das edições anteriores da Eurovisão dão conselhos aos participantes deste ano, especulando quem vai ganhar

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

19 de maio de 2009

Moscou/Moscovo, Rússia — Ocorre uma vez ao ano. Quase todos os olhos da Europa estão aos 25 astros musicais, no final da noite. Se você gosta dele ou odeia, terá a sua atenção. Centenas de milhões de pessoas estão vendo-os. Se os espectadores estão à espera da melhor atuação de toda a vida ou algum talão, para esses três minutos sua atenção é propriedade de cada um dos cantores.

Essa é a sensação que os participantes em Moscovo/Moscou saberão no sábado e também é o mesmo sentimento de terem experimentado os oito cantores que foram entrevistados por Wikinews. Na semana passada, oito cantores de oito países diferentes tiveram um tempo dos calendários para falar dos seus momentos favoritos da competição, as suas próprias histórias pessoais, o assessoramento que brindam aos artistas intérpretes ou executantes deste ano em Moscovo/Moscou, que acreditam que ganhará, e mais importante para eles, o que eles estão fazendo agora e o que eles estão oferecendo ao seu público.

Esta é a sexta e última série de entrevistas que Wikinotícias em inglês publicará no período prévio a semi-final e final das rodadas do Festival da Canção Eurovisão. Mike Halterman havia realizado todas as entrevistas e levará a cabo entrevistas adicionais após o concurso. A etapa final será transmitido no dia 16 de maio às 9 PM do GMT. Verifique com sua rede nacional a transmissão deste evento por possíveis atrasos. Onde estiver disponível, o concurso da fase final também será transmitido pela rádio nacional.

Jessica Garlick Flag of the United Kingdom.svg[editar]

Jessica Garlick
Jessica Garlick, nasceu em Kidwelly, em País de Gales, tornou-se famosa em 2001 pela sua participação na compertição cantando “Pop Idol”, onde ela terminou na nona posição. Quatro meses depois, ganhou o concurso da selecção nacional británica para o Eurovision Song Contest chamado “A song for Europe” (“Uma canção pela Europa”, em inglês) e foi a representar o Reino Unido dois meses depois na final da Eurovisão 2002 em Tallin, com a canção “Come Back” (“Volte”, em inglês). Termina em terceiro lugar, que foi o melhor resultado do Reino Unido em uma década. Agora aos 27 anos, casada e mãe, Jessica Garlick retorna à música com um novo conjunto de prioridades.

Wikinews waves Left.pngMike HaltermanWikinews waves Right.png Em que projetos está trabalhando? Que podem esperar teus fãs ver de ti este ano?

Jessica Garlick: Agora mesmo estou ocupada com a promoção minha nova single "Hard not to Fall", que está ponto de ser lançado este mês... estará disponível para download [descarregar] no iTunes desde 9 de maio, com o lançamento oficial em 25 de maio. Também actualmente estou co-escrevendo meu álbum que será lançado ainda este ano. Realmente me faz sentir muito bem estar de volta na indústria da música.

Wikinews waves Left.pngMike HaltermanWikinews waves Right.png Quais foram algumas das melhores recordações que tem de ir para a Eurovisão? Que conselhos lhe daria aos cantores que vão Eurovisão pela primeira vez este ano?

Jessica Garlick: Algumas das minhas melhores recordações de fazer Eurovisão seria visitar a Estónia [Estônia], não penso que é um lugar que houvesse visitado si não fora por actuar aqui, é realmente bonito. Enquanto estive lá durante a semana tive a oportunidade de voar no Mar Báltico em um helicóptero e também passar a tarde a bordo do HMS Chatham. Estava autorizada a conduzir uma fragata, e tive que actuar para as tropas a bordo, que estiveram muito agradecidos.

Tenho muitos mais, e conheci pessoas incríveis durante toda a promoção e o período de execução, assim como a semana da Eurovisão em si. O único que lamento é não ter feito tantas fotos como eu gostaria. Portanto, meu conselho aos demais fazendo Eurovisão seria [que] definitivamente fazer muitas fotos e realmente desfrutem da sua actuação e todo o que representa ao seu país consigo mesmo.

Wikinews waves Left.pngMike HaltermanWikinews waves Right.png Os vídeos musicais deste ano estão em youtube.com/eurovisión. Quais são suas canções favoritas? Que país acreditar que tem as melhores possibilidades de ganhar?

Jessica Garlick: Eu tenho sorte ao poder actuar junto com os participantes e Eurovisão este ano e fiquei impressionada! Me encantei [com] os participantes da Islândia.. A canção “Is It True?” é realmente uma balada ótima e Johanna canta muito bem, diria definitivamente do ponto de vista de uma canção esta é a minha canção favorita.

Na verdade, porém, penso que a Ucrânia pode ganhar este ano, a atuação de Svetlana é genial, é selvagem, sua atuação ao vivo está definitivamente “dentro para ganhar” e tudo vai para assegurar-se de isto passe. Ela é uma das que devemos prestar-lhe atenção nesta noite, tenho certeza, haverá algo definitivamente surpreendente no palco durante sua atuação, ela nos cativará e vai ser memorável!

Wikinews waves Left.pngMike HaltermanWikinews waves Right.png Muitos de seus fãs de quando estava em Pop Idol e Eurovisão 2002 não sabem a razão pela qual saísse da música e da vista de todos. O que aconteceu, também, encontra dificuldade para voltar para a indústria musical depois de ter sido ausente por seis anos?

Jessica Garlick: Depóis do Pop Idol e Eurovisão começei a escrever canções... algo que não tinha feito antes, não acredito ser boa nisso. Mas eu tenho bastante sorte ao viajar ao redor do mundo a partir disto, co-escrevendo canções com alguns dos melhores escritores em todo o mundo. Decidi sair da indústria da indústria músical por um tempo em 2004 quando me casei com meu amor da adolescência, Owen.

Perdi minha paixão pela música por um tempo, se sou honesta só queríamos viajar por um tempo e nos mudamos para Austrália por um curto período de tempo, antes que me voltar meditar por completo. Assim, em 2007 dei à luz a minha pequena bebé [bebê] Olivia e tenho sido mãe e dona de casa desde então, que adoro completamente. Tomei a decisão de voltar ao estúdio e começar a escrever novamente em janeiro deste ano e se sentiu bem, e quando eu gravei “Hard Not to Fall” eu sabia que era uma canção que queria que todos escutaram e completamente ficou de noivo minha paixão e lutei por ela. A indústria musical havia mudado muito desde que eu estava na mesma... mas realmente está funcionando melhor para mim esta vez.

Tenho muito mais controle, o que é importante para mim, especialmente com Olivia por ser minha principal prioridade... Sou, ante tudo, uma mãe e quero ser boa nisso, e estou trabalhando também com as pessoas que realmente me agradam e em que [eu] confio, o que torna divertido de trabalhar juntos e a música deve ser divertida. É, definitivamente, muito mais difícil esta vez, como estou fazendo malabarismos com minha "vida real" também e eu não posso permitir luxo de ser uma pessoa egoísta, em que às vezes pode se tornar bem sucedida na indústria musical. Tenho na época mais maravilhosa para estar de volta e quase estou surpreendida pelo grande apoio que havia recebidas de todos os meus velhos fãs. Eles são os melhores!

Ani Lorak Flag of Ukraine.svg[editar]

Ani Lorak
Ani Lorak, nascida Karolina Luiek (o nome "Ani Lorak" é por "Karolina" soletrados para trás), foi famosa pelo seu talento musical em sua nativa Ucrânia em 1995. Ficou parte em discutivelmente de sua carreira no Eurovisão em 2008, obtendo o segundo lugar com a canção "Shady Lady". Celebra o seu trigésimo aniversário, em setembro, teve uma agenda muito ocupada, incluindo o lançamento de seu novo álbum.

Wikinews waves Left.pngMike HaltermanWikinews waves Right.png Em que projectos está trabalho, que podemos seus fãs esperar para ver de ti este ano?

Ani Lorak: Acabo de lançar meu novo álbum chamado "Sontse" (O Sol). O álbum foi escrito e gravado na Grécia no "VOX studio" por Dimitris Kontopoulos, que também ajudou com a canção "Shady Lady" para Eurovisão 2008. O álbum será lançado não só na Ucrânia, mas também na Rússia.

No outono, planejo iniciar uma grande giro por 25 grandes cidades em apoio ao novo álbum. Além disso, teremos previsto dar alguns concertos em solitário no Palácio "Ucrânia" em Kiev. Me supreendi agradavelmente quando, no início deste ano, um prêmio, chegou ao meu escritório da parte da estação da rádio britânica "Eurovisión Song Contest Radio". Por votação do público, os ouvintes nomearam a "Melhor Cantora Feminina de 2008" para a minha canção "Shady Lady". Não gosto de pensar ao futuro e antecipar, mas eu vou tentar fazer tudo o que a minha energia me permita que as pessoas possam estar satisfeitas no futuro.

Wikinews waves Left.pngMike HaltermanWikinews waves Right.png Quais foram algumas das melhores recodações que você tem que ir para a Eurovisão? Que conselhos você daria aos cantores que vão Eurovisão pela primeira vez este ano?

'Ani Lorak:' Como haviam participado no concurso só em 2008, posso lembrar tudo: durante o giro (turnê) promocional visitei muitos países que não tinham estado antes. Conheci a gente maravilhosa: Dimitris Kontopoulos, Roberto Cavalli, fiz novos amigos e simpatizantes. [Nota do Editor: Roberto Cavalli fez vestido de diamante que Ani Lorak levou durante a sua atuação na Eurovisão.] Tive que trabalhar muito arduamente para obter o resultado [que eu tenho].

Na Eurovisão encontrei o coração deste concurso. O "Prémio Artístico", que [eles] entregaram pelo geral ao melhor artista do conflito, [que foi dada para mim]; Raffaella Carrà me convidou para o programa de televisão na Itália e no giro me levou longe a mais longe geograficamente. Na realidade, gostei a atmosfera [da] jurisdição. Todos os participantes foram amistosos, felizes, ajudando-se uns a outros e com o apoio entre si. Estas semanas não foram simples, mas muito feliz na minha vida.

Desejo a todos os participantes muito inspiração, tenacidade, energia louca, trabalho duro e fé em si mesmo e força. Não é inatingível, a principal por resolver é ser franco e sincero com a platéia.

Wikinews waves Left.pngMike HaltermanWikinews waves Right.png Os vídeos de música para este ano estão em youtube.com/eurovisón. Quais são suas canções favoritas? E que país acredita que tem as melhores possibilidades de ganhar?

Ani Lorak: Não posso dizer uma coisa - Eurovisão é um concurso muito imprevisível e fazer previsões é muito difícil. Sei que em Moscovo (Moscou) este ano haverá muitos artistas profissionais bem conhecidos: Sakis Rouvas e Patricia Kaas. O principal neste concurso é para entrar na cena e representar teu país em um 200%. Lhe desejo boa sorte a todos os participantes, mas vou para o meu país como boa patriota.

Wikinews waves Left.pngMike HaltermanWikinews waves Right.png Que objetivos que ainda não conseguiu em tua carreira, mas que você gostaria de alcançar eventualmente?

Ani Lorak: Temos um provérbio: "Se quer que Deus rir, depois diz sobre dos seus planos." É importante ter suficiente força para o minhas realizações profissionais, para a minha carreira e minhas realizações criativas eventuais. Mas tudo isso deve ir junto com minha vida pessoal. Quero realizar meu próprio aprimoramento em todos os âmbitos. Talvez vou abrir minha própria linha de roupa. O mais importante para mim, todos os dias vou subir a meta no que diz respeito à minha carreira profissional como cantora e artista. O principal ponto - eu tenho tudo na frente de mim, e eu vou [é o termo que é] alcançar meus sonhos - meu Oscar está [prestes] a chegar!

Marie N Flag of Latvia.svg[editar]

Marie N
Marija Naumova, que vai pelo nome de Marie N, é mais conhecida pelo público europeu por ganhar o Concurso da Canção da Eurovisão na Letónia em 2002 com sua canção "I Wanna". No ano seguinte, organizou o concurso em Riga, com o consursante letão anterior Renars Kaupers. Agora com 35, havia colocado grande parte da sua abordagem ao teatro musical e é meu séria ao respeito de prefecionamento do seu talento.

Wikinews waves Left.pngMike HaltermanWikinews waves Right.png Em que projetos está trabalho, o que podemos teus fãs esperar de ti este ano?

Marie N: Neste momento sou uma estudante da escola de atuação em Paris, [e] então agora todos [meus] planos estão mais focados ao teatro, mas também começei a trabalhar no meu novo álbum e espero que ao final do ano possa [a ser] apresentada ao público, mas penso que o momento é demasiado pronto para falar sobre isso. [sorrir]

Wikinews waves Left.pngMike HaltermanWikinews waves Right.png Quais foram algumas das melhores recodações que você tem que ir para a Eurovisão? Que conselhos você daria a cantores que vão Eurovisão pela primeira vez este ano?

Marie N: Eu gostei tudo durante a semana que passamos lá. Realmente havia um montão de diversão. A [atmosfera], foi muito profissional, os participantes foram muito amáveis... mas a [parte] mais emocional, foi nossa viagem de volta a casa – o caminho desde Tallinn até Riga em autocarro/ônibus acompanhados pela polícia e as pessoas esperando com flores à beira da estrada...

O único conselho é que desfrutem cada momento e sobre todos os três minutos da apresentação - que é realmente algo especial. [Sorriso]

Wikinews waves Left.pngMike HaltermanWikinews waves Right.png Os vídeos de música para este ano estão em youtube.com/eurovison. Quais são tuas canções favoritas e que país acredita que tem as melhores possibilidades de ganhar?

Marie N: Acredito que há um montão de canções que tem possibilidades de ganhar, mas depende da energia que [os] cantores tragam com eles ao palco nesta noite especial.

Wikinews waves Left.pngMike HaltermanWikinews waves Right.png Que a tarefa foi a mais divertida para você, ganhar Eurovisão ou apresentar-lo no ano seguinte, qual te fez estar mais nervosa e por quê?

Marie N: Obviamente, o canto foi mais divertido, porque somente responsável só de ti mesmo, mas a apresentá-lo traz a responsabilidade de um espetáculo completo. Lhe desejo a todos os participantes o melhor; desfrutem. [sorrir]

Niels "Noller" Olsen Flag of Denmark.svg[editar]

Irmãos Olsen
Niels Olsen, apelidado de "Noller" (na foto à esquerda) e seu irmão mais velho Jørgen (a direita), formam a dupla Os Irmãos Olsen. Um conhecido ato na Dinamarca desde início de 1970, a dupla apostou com êxito ao ganhar o Festival da Eurovisão em 2000 com a canção "Fly on the Wings of Love” (Voar Sobre as Asas do Amor). Agora aos 55, Niels Olsen utiliza cada oportunidades possíveis para que o público sabe que a idade é simplesmente um número, especialmente na Eurovisão, que tende a favorecer aos jovens participantes.

Wikinews waves Left.pngMike HaltermanWikinews waves Right.png Em que projetos está trabalho, que podem teus fãs esperar ver de ti que este ano?

Niels Olsen: Estamos trabalhando em um novo álbum e vamos a fazer uma pequena visita à Suécia, Noruega e Dinamarca para o resto do ano, assim o que é os nossos fãs pode esperar. O álbum será lançado em 2010.

Wikinews waves Left.pngMike HaltermanWikinews waves Right.png Quais foram algumas das melhores recodações que tem de ir a Eurovisão? Que conselhos lhe daria aos cantores que vão a Eurovisão pela primeira vez este ano?

Niels Olsen: A melhor recordações... Bem, é difícil dizer... Tivemos um montão de fantásticas recordações de Estocolmo em 2000. Nunca esqueceremos o amor que temos recebido do público em todos os países europeus depois de Estocolmo e a resposta da gente Sueca no evento. A propósito, eu disse ao meu irmão, depois da primeira atuação, "Bem, Jørgen, acredito que pode ser possível para nós ter um sucesso na Suécia!"

Quisera dizer-lhe a um "novo" artista: Lembre-se que não é o centro do universo e em uma perspectiva mundial, a situação não é tão mal se você perder na Eurovisão. Fique com aqueles que querem e trata de envolver a gente que nos acreditam, não aos que prometem tudo na vida. No nosso caso, tínhamos o mesmo gerente por 35 anos, temos estado trabalhando com nosso amigo e produtor Stig Kreutzfeldt por 25 anos e assim sucessivamente. Temos [havido] de vários sucessos dos últimos 35 anos, com estes fantásticos amigos.

Wikinews waves Left.pngMike HaltermanWikinews waves Right.png Os vídeos de música para este ano estão em youtube.com/Eurovisão. Quais são tuas canções favoritas e que país acredita que tem as melhores possibilidades de ganhar?

Niels Olsen: Bom, eu não ouvi todas as músicas, mas eu pessoalmente considero as canções dinamarquesa, a inglesa e a sueca muito boas, mas como já [disse], eu não havia escutado todas as canções ainda.

Wikinews waves Left.pngMike HaltermanWikinews waves Right.png A versão dinamarquesa de sua canção ganhadora sugere que as mulheres que "se voltem melhores com os anos". Que mulheres na indústria do entretenimento acredita que personifica esse sentimento e por quê?

Niels Olsen: Pessoalmente acredito que minha esposa é todavia uma mulher linda, mas acredito que você havia dito "cada vez melhor com a idade" não é a palavra correta. Minha esposa segue sendo uma aniumada e atrativa mulher e estamos namorados com a vida. Também acredito que uma mulher como Annie Lennox é uma bela mulher, apesar de havia passado aos 50. (Desculpe [se nos] não falamos da idade da mulher normalmente. Desculpe senhorita Lennox.)

Hanna Pakarinen Hanna Pakarinen[editar]

Hanna Parkarinen
Hanna Pakarinen, de Lappeenranta, na Finlândia, foi conhecida pela primeira vez no seu país por ganhar a série televisiva Ídolos em 2004, em 2007, foi escolhida para representar a Finlândia na Eurovisão, colocado-se na posição 17 na final com a canção “leave me alone” (deixe-me sozinho). Seu álbum mais recente levou o álbum de ouro este ano e ela celebrou seu número 28 do aniversário no mês passado, as suas vendas combinadas de discos ultrapassaram 180.000 exemplares vendidos

Wikinews waves Left.pngMike HaltermanWikinews waves Right.png Em que projetos está trabalhando, que podem teus fãs esperar ver de ti este ano?

Hanna Pakarinen: Eu publiquei meu quarto álbum, "Love in a Million Shades", no início deste ano e agora estou fazendo concertos em toda a Finlândia.

Wikinews waves Left.pngMike HaltermanWikinews waves Right.png Quais foram algumas das melhores recordações que tem de ir a Eurovisão? Que conselhos lhe daria aos cantores que vão a Eurovisão pela primeira vez este ano?

Hanna Pakarinen: Acredito que a melhor recordação é o momento em que entrar na arena no final. Isso foi incrível!

É difícil dar qualquer conselho, mas acredito que a única coisa que é importante é simplesmente ser um mesmo e divertir-se. [Sorriso]

Wikinews waves Left.pngMike HaltermanWikinews waves Right.png Os vídeos de música para este ano estão em youtube.com/Eurovisão. Quais são tuas canções favoritas e que país acredita que tem a melhor possibilidade de ganhar?

Hanna Pakarinen: Claro, acredito que a melhor canção é a finlandesa. [Sorriso] É muito difícil dizer quem vai ganhar, é o mesmo em cada ano, nunca se sabe!

Wikinews waves Left.pngMike HaltermanWikinews waves Right.png Além da música, quais são algumas das coisas que estão muito perto do teu coração? Como você gostaria usar tua popularidade para ajudar aos demais?

Hanna Pakarinen: Minha família e amigos, claro, e minha cidade natal e o lago que está aí.

Eu não sou realmente um grande fã da idéia de ser um modelo a seguir, mas estou tentando de fazer o melhor possível, mostrando e dizendo aos fãs que a coisa mais importante é amar a si mesmo e ser quem é antes. E sempre confiar em si mesmo, é claro!

Charlotte Perrelli Flag of Sweden.svg[editar]

Charlotte Perrelli
Charlotte Perrelli, originalmente Charlotte Nilsson, foi uma aluna dos dois populares "dansbands" na Suécia antes de ganhar o Festival da Canção Eurovisião em 1999 com a canção "Take Me to Your Heaven" ("Leva-me ao seu céu"). Ela se tornou rapidamente em um dos mais populares solistas da Suécia e lançou seis discos, a qual esteve no Top 40 na Suécia. Em 2008, ela regressou a Eurovisão com a grande favorita "Hero" só para ser salva no último minuto pela decisão do jurado em 18º lugar de 25 nações na rodada final. Perrelli, agora com 34, analiza-se as realizações e momentos favoritos da década passada.

Wikinews waves Left.pngMike HaltermanWikinews waves Right.png Em que projetos está trabalho, que podem teus fãs esperar ver de ti este ano?

Charlotte Perrelli: Estou em busca de novas canções ao [incluir] meu próximo álbum. Também estou no jurado para o programa de televisão sueco Talang (Talento, a versão sueca das séries televisivas "___' s Got Talent!"). Podem esperar um novo álbum, esperamos para este ano.

Wikinews waves Left.pngMike HaltermanWikinews waves Right.png Foi à Eurovisão duas vezes, ganhou o concurso em 1999 e voltou a entrar no ano passado. Quais foram algumas das melhores recordações que teve dessas duas vezes que foi à Eurovisão?

Charlotte Perrelli: A vitória em Jerusalém em 99 foi fantástico, claro. Minha recordação mais divertida foi quando Dana [Internacional] caiu sobre o palco, foi incrível e me senti triste por ela. No ano passado tive um montão de lembranças. Tudo era tão diferente em 99. Portanto, muito maior!

Wikinews waves Left.pngMike HaltermanWikinews waves Right.png Os vídeos de música para este ano estão em youtube.com/Eurovisão. Quais são tuas canções favoritas e que país acredita que tem as melhores possibilidades de ganhar?

Charlotte Perrelli: [Eu] gosto muito das canções deste ano, mas acredito que ganhará [a] Noruega.

Wikinews waves Left.pngMike HaltermanWikinews waves Right.png Qual das canções que havia gravado é sua favorita?

Charlotte Perrelli: Humm. Tenho muitas favoritos, mas "Black and Blue" ("Preto e Azul") do meu último CD é uma grande canção, [foi] escrita por Fredrik Kempe. Adoro a letra.

Sirusho Flag of Armenia.svg[editar]

Sirusho
Sirouhi Haroutunyan, apelidada Sirusho, tem sido uma das mais cantoras pop mais populares na Arménia desde o lançamento do seu primeiro álbum aos 13 anos. Em 2008, representou a Arménia na Eurovisão, terminando em quarto lugar com a canção “Qélé, Qélé”. Agora aos 22, está perto de terminar a licenciatura, mantendo um ativo ritmo das atuações e sessões de estudo.

Wikinews waves Left.pngMike HaltermanWikinews waves Right.png Em que projetos está trabalhando, que podem teus fãs esperar ver de ti este ano?

Sirusho: Atualmente estou trabalhando aos poucos grandes projetos, um dos deles é a nova canção "Time to Pray" (Tempo Para Orar) que eu fiz com meus colegas da Eurovisão, Boaz Mauda y Jelena Tomasevic. A canção é um protesto contra a guerra, a letra em inglês foi escrita pelo Presidente de Israel, Shimon Peres. Também estou trabalhando no meu quarto álbum, que será lançado em [no] verão. Também escrevi minha nova canção em grego, "Erotas" e já é número um [de] todos os “Tops” de música na Arménia. Meus fãs são muito fortes e é só um prazer trabalhar duro para eles.

Wikinews waves Left.pngMike HaltermanWikinews waves Right.png Quais foram algumas das melhores recordações que tem que ir a Eurovisão? Que conselhos lhe daria aos cantores que vão a Eurovisão pela primeira vez este ano?

Sirusho: Eurovisão é um grande festival muito divertido. Não quero chamar-lhe uma concorrência, já que os concursantes fazem amigos. Lhes desejo aos participantes que realmente se desfrutem [a eles mesmos] e que não se assustem. Eurovisão podem dar e receber muito mais; levar a minha carreira a um novo nível, [e] agora trabalho e tenho fãs ao redor de toda Europa é grandioso.

Wikinews waves Left.pngMike HaltermanWikinews waves Right.png Os vídeos de música para este ano estão no youtube.com/Eurovisão. Quais são tuas canções favoritas e que país acredita que tem as melhores possibilidades de ganhar?

Sirusho: Eu reuni com alguns dos participantes neste ano em diversos países onde estava cantando como convidada como eles fizeram turnês promocionais. Eu não vi todas atuações assim que não posso julgar. Além disso, Eurovisão é cheio de surpresas inesperadas; isso que lhe torna interessante.

Wikinews waves Left.pngMike HaltermanWikinews waves Right.png Você fez logo a licenciatura em relações internacionais. Como utilizar tua licenciatura, se tivesse que deixar de cantar amanhã, que tipo de carreira lhe gostaria seguir com o nível profissional de estudo que [você] tem?

Sirusho: Assuntos internacionais é algo que me interessa. Gosto de aprender. Sempre tenho a aprender mais, mas não quero parar de pensar em minha carreira. Nasci com ela, é uma grande parte de quem eu sou e inclusive se lhe acontece algo as minhas cordas vocais, posso seguir com a composição escrita e com a produção de canções dos meus colegas... [mas] suficiente sobre disto, todavia tenho muito tanto em mim para dar ao meu público!

Tajči Flag of Yugoslavia (1946-1992).svg Flag of Croatia.svg[editar]

Tajči
Nascida Tatjana Matejaš, disparou a fama na Jugoslávia (Iugoslávia) aos 19 anos de idade, alcançando vendas de diamantes com seu êxito "Hajde da ludujemo" (Voltámonos Loucos). Ela atuou com esta canção no Festival de Eurovisão em 1990, que foi celebrada na cidade natal de Zagreb e ficou colocada em sétimo lugar. A guerra na ex-Jugoslávia cortou a curta sua carreira e se mudou aos Estados Unidos, onde ela viveu durante os últimos 17 anos. Agora faz giras com seu marido através dos Estados Unidos, cantando uma seleção de música cristã contemporânea. Aos 38, está emocionada por “ter tudo”: uma família própria e a oportunidade de fazer música em seus próprios términos. Sua carreira está em ordem cronológica em web site.

Wikinews waves Left.pngMike HaltermanWikinews waves Right.png Em que projetos está trabalho, que podem teus fãs esperar ver de ti que este ano?

Tajči: Além das minhas giras, faço quatro anos, estou trabalhando em um espetáculo chamado “Necessito um Descanso”, que é um pouco de passo desde minha música espiritual e mais de “diário”. É mais o que passam as mães, com o casamento e os filhos. É um espetáculo divertido. O que em si faz bem é contar histórias. Se trata como sou. É o que sou. É a razão a qual a música pop não funcionou para mim como artista. Este novo formato é o ideal para mim, é muito satisfatório e estou muito entusiasmada e esperando-lo, sendo capaz de fazer-lo e explorar estilos musicais.

Também estou esperando para ir a Zagreb este ano e levar-lhes minha nova música para eles. Acredito que é tempo. Estive estado fora durante 17 anos e segeum escutando e cantando minha música antiga e de vez em quando vou ali e fazer entrevistas para rádio e a televisão... Não sei, é o momento para que vejam o que estou fazendo. Qualquer um pode ver minhas coisas online, mas eu faço melhor ao vivo, há uma grande quantidade de energia e o poder que existe não pode ver em uma gravação ou de um vídeo. É diferente quando está realmente no quarto. Quero ir com eles e dizer: "Ela aqui, meus compatriotas, os meus antigos fãs, isto é que sou agora. Esta é forma em que cresci durante os últimos 17 anos." Uma espécie de reunião.

Wikinews waves Left.pngMike HaltermanWikinews waves Right.png Quais foram alguns dos melhores recordações que tem que ir para a Eurovisão? Que conselho lhe daria aos cantores que vão Eurovisão pela primeira vez este ano?

Tajči: Eu gostei muito da atuação, eu desfrutei da energia, todo o mundo vem a cantar juntos e falando com outras pessoas sobre as carreiras. Que foi o mais destacado. Não me interessa a atenção da imprensa ou o aspecto da concorrência, mas há muito que pensar, todo o país está vendo. Não creio que pode ser só pela música, é mais político. Mas sempre há coisas que vêm com ela quando tem algum tipo de reunião dessa maneira.

O tempo que estive aqui, já foi à última representante antes da queda da Iugoslávia e foi durante a unificação da Europa e todos estavam um pouco mais tensos e elevados nesse sentido... e eu era tão jovem para a experiência de tudo isso. Acho que não sabia o bastante para me fazer dela. Mas foi uma grande experiência, vou recordá-la sempre. A noite da minha vida, bem, uma delas.

Também é muito emotivo, porque o cantor, que ganhou esse ano canto sobre a "unir, unir a Europa". Fé perfeita em seu momento. Depois que ganhou, na sala verde, um casaco de uma rosa vermelha do buquê e eu ir para me felicitar. Para uma menina de 19 anos, isso significou muito. Meu conselho é se divertirem e fazê-lo com todo teu coração. Não fazê-lo pela única razão de ganhar, não para lançar sua carreira, mas porque o encanta e o que faz e é bom para isso. Pode ser uma fonte de inspiração para alguém e pode ser mais que só proporcionar entretenimento.

Wikinews waves Left.pngMike HaltermanWikinews waves Right.png Os vídeos da música para este ano estão em youtube.com/Eurovisão. Quais são tuas canções favoritas? E que país acha que tem as melhores chances de ganhar?

Tajči: Já que estamos no meio de uma turnê, eu começo a pensar e acreditar que a qualidade das canções é realmente incrível. Eu quero arrumar e ir a Europa para o verão. Porque acho que este será um verão para uma muita boa música. Sou parcial para os países [que cantan] em sua língua materna e eu posso ver como muitos países, como também fazer com um número musical e incluem elementos étnicos, que eu gosto disso.

Eu gosto do tipo de Noruega, penso que é demasiamente sincero e não me pareceu que estava "tratando" de ser algo, estava sendo o mesmo. A canção é boa e feliz. Não incomoda de alguma coisa que é muito bonito, tem uma muito boa grande aura para ele. Tinha muita energia e me contagio de imediato, a maneira em que se move, a maneira de cantar, fez que me contagiasse.

Também gosto de Malta, sou fã das baladas. Ela tem uma bela voz. E Chipre, ela foi "feito" para mim também. Também gosto muito da canção em grandes em geral. Bósnia tem uma bela canção também, eles têm esse sentimento que sempre chamou e funciona para eles. Croácia, não me surpreende, mas estou orgulhosa de que continuem cantando em croata, mas não tão bom som em Inglês para alguns. Todos os demais foram de "é bonito, mas eu havia visto antes".

Tudo parece como Hollywood agora, [eu] suponho, porque é a época em que vivemos agora. Todas as meninas são tão bonitas, o cabelo e maquiagem são perfeitos, e agora me sinto como uma velha, mas tenho saudades dos personagens de diferentes partes do mundo. É influenciado tanto por Hollywood e a indústria da música ocidental. Era inevitável, o degelo do [Oriente e o Ocidente] todos em um, sou parcial a trazer algum tipo de elemento local. Vem com a busca de sua identidade e encontrar seu lugar no mundo como um país.

Sou voluntário de dar meu tempo a uma escola local e ensinar aos alunos as danças étnicas. Eu vivo no Centro-Oeste agora, mas eu vivi em Los Angeles e Nova York, onde são um pouco mais conscientes dos grupos étnicos. Estou ensinando estas danças para dar-lhes um pouco sentido do que está perdendo aos novos tipos de cultura e música. Lhe ensinar a algumas crianças que foram adotados de outros países e me pergunto, uau, serão capazes de cantar uma canção em búlgaro ou italiano ou da origem que são?

Meus filhos são metade estado-unidenses [americanos] e metade croata, e vejo como em minha própria vida, ser "globalizado" e como a gente está perdendo a cultura étnica e o folclore e tudo, para que com os meus filhos, trato de ensinar-lhes o idioma e a maneira de dançar, porque é a maneira em que eu cresci.

Wikinews waves Left.pngMike HaltermanWikinews waves Right.png Vi um clipe de teu documento no YouTube, e eu percebi que um dos comentários, você é convidada a "não esquecer a sua casa, a Croácia”, e voltar ali, porque os fãs te estanham. Agora que você fez de uma vida na América, você vê para voltar a Croácia com tua família? Com que país sente mais os laços e a lealdade, aos Estados Unidos ou Croácia e por quê?

Tajči: Quero levar as crianças e ao menos passar um ano, quando serão adolescentes, para poder mostrar-lhes meu país e para que possam aprender diferentes coisas ali. Mas não sei, uma vez que você vá, é difícil voltar atrás. Perdi meu país, se me esquecer a história. Tenho saudades minhas raízes. Saudade de me encontrar a um amigo e falar do ensino médio [secundário] e ensino médio [preparatória], coisas que você não tem quando você muda. Eu adoro o que faço e eu adoro o que os Estados Unidos têm para oferecer e o que Estados Unidos me ofereceu. Existe [um] certo tipo de liberdade que tem de que não se pode ter em um país pequeno.

Sempre serei croata, não importa quanto tempo eu ficar aqui. Quando eu vou voltar para casa a Croácia, quando vou ali, me sinto como se estivesse em casa, mas quando voltar para a América, me sinto como se estivesse em casa também. Acho que tenho a dizer que uma pessoa pode levar “casa” em qualquer lugar se dispor a paz dentro de si mesmo. Vai estanhar um montão de coisas sobre os lugares aonde [eu tinha] estado e sim, [tenho] saudades da Croácia. Quero mostrar-lhes meus filhos onde cresci e os parques onde jogava. Só pude ser um sentimento pelo que estou passando agora, não sei. Tenho uma boa vida, meu marido e filhos e eu adoro ser capaz de fazer o tipo de música que deseja, sem nenhum tipo de contratos e obrigações. Estou muito feliz.

Fontes[editar]

Reportagem original
Esta notícia contém reportagem original de um Wikicolaborador.