PSDB anuncia que permanecerá no governo de Michel Temer

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Michel Temer, presidente do Btasil

12 de junho de 2017

Em 12 de junho de 2017, o PSDB decidiu, em uma reunião executiva Nacional em Brasília, que irá permanecer no governo de Michel Temer, após a aliança sofrer um abalo com as acusações de executivos da JBS ao presidente da República. As afirmações foram feitas hoje pelo senador José Serra e o presidente interino do PSDB, senador Tasso Jereissati.

Na reunião o presidente da juventude da legenda, Henrique Valle, foi um dos que defenderam a saída da legenda do governo. Já o ex-deputado e ex-presidente estadual do partido Antônio Carlos Pannunzio disse, ao deixar a reunião, que não é o momento de "chutar o balde".

"Temos o compromisso com o Brasil. Não vamos chutar o balde agora. Não podemos virar as costas para o Brasil e temos que continuar", disse ele.

Ainda há uma divisão interna no partido, em meio à crise política. Sendo a ala dos parlamentares mais jovens que pressionam pela saida do governo. A discussão sobre a saída do governo vem sendo discutido a várias semanas também, mas as discussões acabam sendo adiadas, por parlamentares que são contrários.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati