PCC lucra 511% em 2 anos e meio

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

2 de abril de 2008

Brasil

Um documento da autoria do suposto tesoureiro da organização criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), Roberto Raposo Olzon, vulgo: "Fusca", apreendido em fevereiro aponta que a facção lucrou 511% a partir de 2005.

O PCC teria ainda uma equipe formada por 21 advogados com salário de até R$ 10 mil por mês.

A informação foi divulgada pelo jornal O Estado de S. Paulo.


Fontes