PAC: Transportes

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

7 de fevereiro de 2007

Brasil

Os investimentos para o setor de transportes previstos no Plano de Aceleração do Crescimento (PAC) são de R$ 55 bilhões.

Segundo o ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, não há muitas novidades no PAC. A maioria das propostas já constava no Plano Plurianual (PPA), aprovado no início do primeiro mandato do presidente Lula.

A volta dos projetos se justifica pois eles ainda não foram realizados. Segundo o ministro, se não fosse o PAC, os projetos para o setor demorariam muito mais para acontecer. “O fato de as obras estarem no PAC significa o comprometimento do governo em cumprir as propostas, obedecendo o cronograma”, afirmou Passos.

Rodovias

Entre as propostas do Ministério dos Transportes, está a pavimentação, restauração e duplicação de 42 mil km de rodovias, incluindo a BR-230, conhecida como Transamazônica na Região Norte do Brasil, e a Rodoanel, em São Paulo.

Aviação

O presidente da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero), brigadeiro José Carlos Pereira, detalhou os investimentos do PAC no setor de aviação.

São Paulo

Pereira comentou que o Estado de São Paulo precisará em, no máximo dez anos, de um terceiro aeroporto de grande capacidade para atender o crescente número de passageiros. No entanto, acredita que "é cada vez mais distante" a possibilidade de construção. "Na minha opinião, seria melhor investir em ligações terrestres que permitam a maior utilização do aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), que está bem abaixo de sua capacidade operacional", afirmou.

Aeroporto Internacional de São Paulo

O Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, receberá R$ 1,026 bilhão dos recursos do PAC para a construção do terceiro terminal de passageiros. Segundo a Infraero, o terceiro terminal elevará a capacidade de passageiros para mais 12 milhões por ano. Em 2006, foram 16 milhões de passageiros.

A idéia de construir uma terceira pista de pouso em Guarulhos, disse o brigadeiro foi praticamente abandonada devido ao grande número de desapropriações de moradores próximos.

Aeroporto de Congonhas

O Aeroporto de Congonhas está incluído também no PAC.

A reforma da pista de pouso auxiliar está prevista para fevereiro. A segunda etapa das reformas das pistas está no PAC : reformar a pista principal do aeroposto. O PAC inclui também a construção de mais uma torre de controle. Os dois juntos custarão cerca de R$ 38 milhões.

Aeroporto do Rio de janeiro Tom Jobim (Galeão)

Receberá R$ 70 milhões.

"O Galeão precisará de obras para recuperação do sistema de pistas e terminal de carga porque é um aeroporto antigo e nunca foi modernizado", disse o presidente da estatal.

Aeroporto Santos Dumont (RJ)

Receberá R$ 99 milhões.

Fontes