Outro suicídio comove a France Telecom

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

16 de outubro de 2009

Didier Lombard, Presidente da France Telecom.

Com a morte de um engenheiro de 48 anos, somam 25 as vítimas de suicídio registrados na empresa de telecomunicações francesa desde fevereiro de 2008. Fontes da empresa indicaram que Didier Lombard, o presidente da companhia, encontra-se muito abalado pela morte deste empregado que se encontrava sob licença médica e foi encontrado enforcado em sua casa na localidade de Lannion, na região da Bretonia.

Nos últimos meses, a onda de suicídios na empresa France Telecom tem despertado a preocupação e inquietude em toda a França, a tal ponto que até o governo de Nicolas Sarkozy tem tomado parte no assunto e exigiu à direção da firma que investigue as condições laborais e as possíveis causas de tais ocorrências.

Os sindicatos que operam na companhia de telecomunicações responsabilizam a empresa e suas políticas de reorganização imposta pela direção da mesma. O empregado que cometeu suícidio anteriormente deixou uma carta dirigida à sua esposa na qual dizia que "o clima em sua empresa" o havia levado a tomar esta decisão.

Esta morte, a de número 25, produziu-se no momento no qual a France Telecom, uma empresa que conta com parte acionária estatal, trabalha para escusar as altas taxas de estresse em seu ambiente laboral.

Fontes

Na Wikipédia há um artigo sobre France Telecom.

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati