Os EUA não podem justificar a manutenção de tropas no Afeganistão

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Joe Biden, presidente dos Estados Unidos

15 de abril de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Declarando que "a guerra no Afeganistão nunca foi concebida para ser um empreendimento multigeracional", o presidente Joe Biden anunciou na quarta-feira que "é hora de acabar com a guerra para sempre" e disse que retiraria todas as tropas americanas daquele país até 11 de setembro.

Biden, em um discurso televisionado, disse que os Estados Unidos não podiam mais justificar sua permanência lá duas décadas após os ataques terroristas ao World Trade Center e ao Pentágono.

"Fomos para o Afeganistão por causa de um ataque horrível que aconteceu há 20 anos", disse Biden na Casa Branca. "Isso não pode explicar por que devemos permanecer lá em 2021."

Biden discursou na Sala de Tratados, mesmo local onde, em 7 de outubro de 2001, o então presidente George W. Bush anunciou ataques aéreos ao Afeganistão.

"Não podemos continuar o ciclo de estender ou expandir nossa presença militar no Afeganistão na esperança de criar as condições ideais para nossa retirada, esperando um resultado diferente", disse Biden. "As tropas americanas não deveriam ser usadas como moeda de troca entre partidos beligerantes em outros países."

Notícia Relacionada[editar]

Fonte[editar]

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit