Oposição suspende manifestação em São Tomé e Príncipe à espera de acções do Governo

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência VOA

11 de maio de 2018

Os partidos da oposição em São Tomé e Príncipe adiaram a manifestação convocada para esta sexta-feira, 11 de maio, à espera que o partido no poder, ADI, e o Parlamento voltem atrás na decisão que exonerou os três juízes do Supremo Tribunal de Justiça.

A oposição sustenta ainda que o adiamento da manifestação deveu-se também à mediação dos parceiros da cooperação internacional, solicitada pelo Governo com o objectivo de encontrar consensos para a reforma do sector da justiça.

A crise estalou quando o Supremo Tribunal de Justiça autorizou a devolução da cervejeira Rozema ao empresário angolano Mello Xavier, tendo, depois, o Parlamento, como votos do ADI, no poder, e do MLSTP-PCD, na oposição ter afastado os três juízes que tomaram a decisão.

Perante a crise política instalada no país, o Conselho de Defesa Nacional através do seu porta-voz, João Bexigas, manifestou-se preocupado com a situação e avisou ter orientado as forças de segurança pública no sentido de tomarem medidas para prevenir desacatos perante anúncios de convocação de manifestação pelos partidos da oposição.

Fonte

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati