Oktoberfest de Munique é cancelada

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

21 de abril de 2020

Canecas de cerveja na Oktoberfest de 2006

Devido à disseminação da pandemia de coronavírus, a maior festa de cerveja do mundo, a Oktoberfest, foi cancelada. É a primeira vez desde a Segunda Guerra Mundial que isso acontece. O cancelamento do evento na manhã de terça-feira (21) foi anunciado em entrevista coletiva em Munique pelo primeiro-ministro bávaro Markus Söder e o prefeito Dieter Reiter.

O prefeito de Munique disse que não faz sentido dar esperança aos fãs da Oktoberfest se não houver garantia de que isso não causará outra onda de pandemia. "Esperamos poder recuperar o atraso no próximo ano. Foi uma decisão muito difícil, mas o risco é grande demais", disse Söder. "Cerca de 70% dos visitantes da Oktoberfest são residentes de Munique e seus arredores, e pelo menos dois milhões de pessoas são visitantes do exterior", afirmou ele.

Atualmente, todos os eventos esportivos e musicais relacionados à presença de um grande número de pessoas estão impedidos na Alemanha e agora essa proibição é válida até 31 de agosto. Outra festa popular na Baviera também foi cancelada: o Festival Gäuboden em Straubing, que atrai 1,4 milhão de visitantes e sempre começa na segunda sexta-feira de agosto.

A Oktoberfest é o maior festival de cerveja do mundo, atraindo anualmente até 6 milhões de pessoas para a cidade de Munique. No dia, 100 mil assentos estão equipados, 12 mil pessoas trabalham, incluindo 1.600 garçons. No ano passado, a Maß custava em média 11,50 euros. Em 2019, 6,3 milhões de pessoas visitaram o festival, 7,3 milhões de litros de cerveja foram consumidos e 1,2 bilhão de euros foram gastos.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com