Obama vai retirar tropas do Afeganistão

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Presidente Obama

27 de maio de 2014

Estados Unidos

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse nesta terça-feira (27) que a retirada gradual das tropas norte-americanas do Afeganistão deve ocorrer "de forma responsável" e que deve respeitar a decisão do governo afegão. Durante um pronunciamento na Casa Branca, em Washington, ele acrescentou: "Vamos dar um fim à guerra mais longa da América de forma responsável" e "O futuro do Afeganistão precisa ser decidido pelos afegãos". Oficiais do governo confirmaram que os Estados Unidos vão manter 9.800 soldados no Afeganistão, após o fim da operação iniciada em virtude dos ataques de 11 de setembro de 2001, o que ocorrerá no próximo mês de dezembro. Em 2015, apenas metade desse efetivo deverá permanecer no país. Porém, essa retirada ocorrerá apenas se houver um acordo bilateral com o governo afegão.


Até o final de 2016, o número de soldados, que inclui 32 mil americanos e representantes de outros países da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), será reduzido progressivamente ao mínimo necessário para manter apenas operações de segurança e de trabalhos diplomáticos. Essa permanência das tropas no país depende da assinatura de um acordo de segurança, que foi rejeitado pelo atual presidente afegão, Hamid Karzai, mas os dois candidatos à presidência do Afeganistão, com eleição marcada para junho, declararam que assinarão o tratado de segurança caso assumam o cargo. Obama pretende, nas suas palavras, começar um novo capítulo da liderança da América ao redor do mundo.

Fontes[editar]

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati