Obama vai retirar tropas do Afeganistão

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Presidente Obama

27 de maio de 2014

Estados Unidos

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse nesta terça-feira (27) que a retirada gradual das tropas norte-americanas do Afeganistão deve ocorrer "de forma responsável" e que deve respeitar a decisão do governo afegão. Durante um pronunciamento na Casa Branca, em Washington, ele acrescentou: "Vamos dar um fim à guerra mais longa da América de forma responsável" e "O futuro do Afeganistão precisa ser decidido pelos afegãos". Oficiais do governo confirmaram que os Estados Unidos vão manter 9.800 soldados no Afeganistão, após o fim da operação iniciada em virtude dos ataques de 11 de setembro de 2001, o que ocorrerá no próximo mês de dezembro. Em 2015, apenas metade desse efetivo deverá permanecer no país. Porém, essa retirada ocorrerá apenas se houver um acordo bilateral com o governo afegão.


Até o final de 2016, o número de soldados, que inclui 32 mil americanos e representantes de outros países da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), será reduzido progressivamente ao mínimo necessário para manter apenas operações de segurança e de trabalhos diplomáticos. Essa permanência das tropas no país depende da assinatura de um acordo de segurança, que foi rejeitado pelo atual presidente afegão, Hamid Karzai, mas os dois candidatos à presidência do Afeganistão, com eleição marcada para junho, declararam que assinarão o tratado de segurança caso assumam o cargo. Obama pretende, nas suas palavras, começar um novo capítulo da liderança da América ao redor do mundo.

Fontes[editar]

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati