Obama declara-se o candidato democrata, mas Clinton ainda não reconhece derrota

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
USA Flag Map.svg
Eleições EUA 2008
O candidato Barack Obama.

4 de junho de 2008

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Na noite desta terça-feira (3), o senador por Illinois Barack Obama se declarou o candidato do Partido Democrata à Presidência dos Estados Unidos, após atingir a marca suficientes de delegados para garantir a nomeação do partido, segundo projeção da rede CNN. No entanto, a senadora por Nova Iorque Hillary Clinton disse que não tomaria decisão na noite de ontem.

'Vamos nos unir em um esforço comum para desenhar um novo caminho para a América'

—Barack Obama, ao falar sobre uma eventual chapa com Hillary Clinton

No entanto, os dois lados já enviaram sinais de que uma possível unificação do partido, com uma chapa Obama/Hillary, estaria à vista.

O candidato republicano John McCain.

Republicanos

John McCain atacou Obama em discurso em Nova Orleans (Louisiana) nesta terça, pouco antes de o senador por Illinois alcançar os 2.118 delegados, segundo as projeções. Em suas declarações, McCain afirmou que optar pelas "mudanças erradas" seria "não olhar para o futuro, mas sim para o passado e cometer os mesmos erros". "Tenho um pouco mais de idade do que o meu oponente, e saberei não repetir os erros que já foram cometidos", disse.

Ele é um homem que impressionante, que dá uma ótima impressão a à primeira vista. Mas ele não quer desafiar seu partido e correr o risco de ser alvo de críticas de seus apoiadores para trazer mudanças reais a Washington. Eu quero.

Fontes