ONU pede apoio para plano de recuperação do Haiti após furacão Matthew

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Ir para: navegação, pesquisa

6 de março de 2017

O escritório das Nações Unidas dedicado à redução de risco de desastres pediu hoje apoio urgente para melhorar a gestão de riscos de desastres no Haiti. Uma avaliação de danos mostra que o país perdeu 2,7 bilhões de dólares, ou 32% do Produto Interno Bruto, devido o furacão Matthew.

"O furacão Matthew revelou verdades perturbadoras sobre os países menos desenvolvidos, os quas não têm capacidade para responder adequadamente às alterações climáticas e à crescente intensidade e frequência de catástrofes meteorológicas", afirmou Robert Glasser, representante especial do Secretário-Geral das Nações Unidas para a Redução do Risco de Desastres.

"Embora o sistema de proteção civil do governo tenha evitado muitas mortes, é inaceitável que mais de 600 pessoas tenham morrido em um furacão previsto com bastante antecedencia", acrescentou ele. Glasser pediu forte apoio ao plano de recuperação de três anos desenvolvido pelo governo haitiano, pela ONU e outros parceiros internacionais.

Em 2012, estimava-se que 58,6 por cento dos 10,7 milhões de pessoas viviam abaixo do limiar de 2,4 dólares por dia, enquanto 24 por cento viviam em extrema pobreza com menos de 1,23 dólares por dia

Fonte

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati