No Tocantins, Temer diz que Legislativo e Executivo devem governar juntos

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

14 de setembro de 2017

Durante cerimônia, hoje (14), em Xambioá (TO), para assinatura de ordem de serviço para a construção de uma ponte, o presidente Michel Temer disse que ao assumir a condução do Brasil verificou a necessidade de construir várias pontes no país. Segundo ele, as pontes já estabelecidas por seu governo tiveram o mérito de “promover uma pacificação entre os brasileiros”.

Temer disse que a primeira ponte que precisava ser estabelecida era com relação ao Congresso Nacional, uma vez que Executivo e Legislativo devem governar juntos. “E conseguimos com o apoio do Congresso Nacional vencer uma recessão extraordinária, conseguimos chegar hoje com esta ponte estabelecida de um lado com o Congresso Nacional, do outro lado com a sociedade”, disse ao discursar em Xambioá.

No município tocantinense, o presidente citou o abuso de autoridade ao dizer que a única autoridade existente é a Constituição. “Somos autoridades constituídas, a única autoridade existente no sistema é a Lei, é a Constituição. Quando falam em abuso de autoridade, falo o seguinte, não é abuso de autoridade contra o presidente, governador, deputado. Quando alguém ultrapassa os limites da lei, aí que é a violação da autoridade. Que é uma coisa que temos que evitar no Brasil”, disse.

A ponte a ser construída sobre o Rio Araguaia vai ligar os municípios de Xambioá e São Geraldo do Araguaia (PA). Após a cerimônia em Xambioá, o presidente e a comitiva seguiram para a cidade paraense, onde houve nova solenidade para lançamento da obra. No segundo evento, Temer disse que a construção também irá gerar empregos para a região. “Quando a gente quer construir uma obra, não é só em função da obra, é que ela gera emprego, e o desemprego é algo que nos preocupa enormemente”.

A obra

A ponte sobre o Rio Araguaia terá 1,7 quilômetro de extensão e vai ligar os municípios de Xambioá e São Geraldo do Araguaia pela BR-153. Atualmente, a travessia entre as duas cidades é feita em balsas que transportam pessoas, veículos leves e de carga.

O ministro dos Transportes, Maurício Quintella, que também participou das cerimônias, informou que R$ 56 milhões estão garantidos na lei orçamentária deste ano para as obras da ponte e outros R$ 50 milhões previstos no orçamento de 2018. Neste montante não estão incluídos os investimentos referentes à supervisão da obra, à desapropriação e ao licenciamento ambiental, de acordo com o ministério.

A obra vai melhorar a logística da BR-153 e beneficiará a região produtora conhecida como Matopiba, que engloba os estados do Maranhão, de Tocantins, do Piauí e da Bahia. A BR-153 é a principal rota para o escoamento da produção local, caracterizada principalmente pelas atividades da agropecuária, de mineração e serrarias. “É uma obra de integração não só regional mas nacional”, disse Quintella.

Fonte

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati