No Rio, torcedores explodem de alegria com vitória do Brasil na Copa

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Wikinotícias Rússia 2018 - logo.jpg
Mais notícias sobre a
Copa do Mundo 2018
Seleções:
Flag of Brazil.svg - Flag of Portugal.svg

Agência Brasil

22 de junho de 2018

Na Praça Mauá, no centro do Rio de Janeiro, a multidão que assistia ao jogo do Brasil contra a Costa Rica viveu 90 minutos de angústia e seis minutos de euforia, quando os dois gols nos acréscimos garantiram a vitória brasileira. Segundo os organizadores da festa, patrocinada pela Brahma, cerca de 25 mil pessoas viram o jogo e sofreram com os lances que não balançaram a rede.

Depois do pênalti anulado contra Neymar, perto dos 30 minutos do segundo tempo, a tensão só aumentou. O lance polêmico gerou xingamentos ao juiz entre os torcedores, que minutos depois gritaram com toda a força quando Phillipe Coutinho fez o primeiro gol, aos 46 minutos.

"Foi uma guerra de nervos!", disse a auxiliar de disciplina Rosa Aparecida, de 60 anos. Toda de verde e amarelo, a torcedora saiu da Praça Mauá direto para o ponto de ônibus. Às 13h, começa seu expediente em uma escola particular do Rio Comprido.

Para o filho dela, Alan Rosa, de 37 anos, a vitória abre as portas para o hexacampeonato. "O mais importante agora é pensar no próximo jogo, absorver tudo que deu errado e deu certo e tentar melhorar".

Lidiane Campos, de 31 anos, andava de muletas em meio à multidão. Com a perna direita quebrada, ela saiu de Itaguaí, na Baixada Fluminense, para ver o jogo com as amigas.

"O brasileiro não desiste, né? Foi muito bom ter saído de onde eu moro para ver o jogo aqui", disse ela, que se feriu caindo de moto. "Aí, já é outra reportagem", brincou.

A alegria das técnicas de enfermagem Vanessa Saramago, de 35 anos, e Bruna Lessa, 38, foi o primeiro gol ter saído dos pés de Coutinho.

"O mais importante foi que o Coutinho fez o gol, e a gente é vascaína! É cria do Vasco", comemorou Alessandra, que chegou com a amiga na Praça Mauá depois de plantão de 12 horas em um hospital. "A gente merecia ganhar e ganhou!"

A caminho do metrô, o vendedor Mateus Vinícius Gonzaga, de 22 anos, contou que, na opinião dele, a atuação do Brasil foi boa.

"Achei o jogo muito produtivo. O Brasil criou muitas chances de ataque com o Coutinho e o Neymar. Gabriel Jesus também fez sua importância no jogo", disse ele, que também elogiou o goleiro Keylor Navas, da Costa Rica. "Mostrou porque é o goleiro do Real Madrid. Ele defendeu muita bola".

O tempo para comemorar era curto. O vendedor já estava a caminho do trabalho, no Shopping Nova América, em Del Castilho.

Fonte

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati