No Brasil, líderes do movimento extremista "300 do Brasil" foram presos hoje

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

15 de junho de 2020

Sara Winter
Sara Winter em 2016

Hoje de manhã cedo, a Polícia Federal prendeu uma das líderes do movimento pró-Bolsonaro "300 do Brasil", Sara Geromini, que usa o codinome de origem nazista Sara Winter. Outras cinco ordens de prisão temporária contra líderes do grupo estão sendo cumpridas durante o dia.

O movimento, que tem organizado protestos nas últimas semanas, prega, entre outras ações, o fechamento do Congresso e do STF e a volta do AI-5, medidas que estão anticonstitucionais e antidemocráticas.

As prisões foram decretadas pelo ministro do STF Alexandre de Moraes dias atrás a pedido da PGR (Procuradoria-Geral da República) para investigar a captação de recursos para a organização de ações que se enquadram na Lei de Segurança Nacional, que define crimes contra a ordem política e social.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com