Nações Unidas cedem espaço para filme sobre Che Guevara

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

30 de janeiro de 2006

O Secretário-Geral Koffi Annan deu autorização para que o diretor Steven Soderbergh use as dependências das Nações Unidas para as filmagens do filme "Che", biografia do marxista Che Guevara.

As Nações Unidas não costumam autorizar o uso de suas instalações para cineastas. Esta é apenas a segunda vez que elas permitem a Hollywood filmar no local. As filmagens nas Nações Unidas servirão para ilustrar o discurso de que Guevara fez na instituição em 1964.

Anti-castristas radicados em Miami protestaram contra a decisão do organismo internacional. Rolando Caetano, cujo pai foi executado na cabeça pessoalmente por Che Guevara em La Cabana, disse contrariado que "não está surpreso com o facto de as Nações Unidas participar do revisionismo de Hollywood sobre o oficial de Fidel Castro". A deputada Republicana pela Flórida Ileana Ros-Lehtinen, de origem cubana, disse que espera que "as Nações Unidas abram suas portas para outros cineastas que tenham um outro ponto de vista diferente sobre Che Guevara".

A data de lançamento do filme ainda não está totalmente definida. Especula-se que seja ainda este ano. O papel de Che Guevara no filme é interpretado pelo ator Benicio del Toro.

Ver também

Fontes