Mulher agride cachorro da raça yorkshire até a morte

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

16 de dezembro de 2011

Brasil — Uma moradora da cidade de Formosa, interior de Goiás, foi flagrada matando um cachorro da raça Yorkshire por espancamento, na tarde da terça-feira.[1][2]

A enfermeira Camilla Corrêa Alves de Moura Araújo dos Santos foi flagrada por um vizinho realizando a tortura, que foi disponibilizada em seguida no Youtube.[3]

O fato gerou comoção nacional e um inquérito foi instaurado pela 11ª Delegacia Regional de Formosa.[4] Como as agressões ocorrem em frente a uma criança, a mulher pode ainda ser denunciada com base no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).[5]

No Twitter, a vereadora Heloísa Helena (PSOL), que é ex-senadora e cumpre mandato atual na Câmara Municipal de Maceió, anunciou que serão formalizadas ações no Ministério Público e defendeu a aprovação de lei contra maus-tratos dos animais. O vereador Elias Vaz de Andrade (PSOL) anunciou que vai entrar com representação na delegacia-geral de Formosa nesta sexta-feira (16).[6]

Referências[editar]

  1. Enfermeira de Goiás mata yorkshire espancado
  2. Polícia investiga mulher que agrediu cão Yorkshire
  3. Nas redes sociais, internautas xingam e ameaçam agressora de cão. Veja vídeo, com vídeo
  4. Vídeo mostra maus-tratos contra yorkshire em GO, com vídeo
  5. Internautas se revoltam com vídeo de enfermeira agredindo cachorro em Goiás
  6. Vídeo de mulher agredindo cão é investigado pela polícia em Goiás

Fontes[editar]

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati