Mulher agride cachorro da raça yorkshire até a morte

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

16 de dezembro de 2011

Brasil — Uma moradora da cidade de Formosa, interior de Goiás, foi flagrada matando um cachorro da raça Yorkshire por espancamento, na tarde da terça-feira.[1][2]

A enfermeira Camilla Corrêa Alves de Moura Araújo dos Santos foi flagrada por um vizinho realizando a tortura, que foi disponibilizada em seguida no Youtube.[3]

O fato gerou comoção nacional e um inquérito foi instaurado pela 11ª Delegacia Regional de Formosa.[4] Como as agressões ocorrem em frente a uma criança, a mulher pode ainda ser denunciada com base no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).[5]

No Twitter, a vereadora Heloísa Helena (PSOL), que é ex-senadora e cumpre mandato atual na Câmara Municipal de Maceió, anunciou que serão formalizadas ações no Ministério Público e defendeu a aprovação de lei contra maus-tratos dos animais. O vereador Elias Vaz de Andrade (PSOL) anunciou que vai entrar com representação na delegacia-geral de Formosa nesta sexta-feira (16).[6]

Referências[editar]

  1. Enfermeira de Goiás mata yorkshire espancado
  2. Polícia investiga mulher que agrediu cão Yorkshire
  3. Nas redes sociais, internautas xingam e ameaçam agressora de cão. Veja vídeo, com vídeo
  4. Vídeo mostra maus-tratos contra yorkshire em GO, com vídeo
  5. Internautas se revoltam com vídeo de enfermeira agredindo cachorro em Goiás
  6. Vídeo de mulher agredindo cão é investigado pela polícia em Goiás

Fontes[editar]

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati