Muçulmanos protestam violentamente contra charges do Profeta Maomé

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

7 de fevereiro de 2006

Vários muçulmanos do mundo todo têm reagido violentamente contra a publicação de charges considerados ofensivos do Profeta Maomé, feita por alguns jornais europeus.

As primeiras charges apareceram em setembro na Dinamarca e foram reproduzidas em várias outras publicações européias e na Nova Zelândia. Uma das charges mostra o Profeta Maomé a usar uma bomba como turbante.

Para os manifestantes muçulmanos as charges são um insulto ao Profeta Maomé. Nos últimos dias têm ocorrido violentos protestos na Ásia e no Oriente Médio. No Paquistão cerca de cinco mil manifestantes queimaram bonecos do Primeiro Ministro da Dinamarca, no Afeganistão 200 mil pessoas protestaram em frente da embaixada dinamarquesa. Na Indonésia, o Governo dinamarquës, temendo pela segurança da sua equipe diplomática, pediu para que ela deixasse o país.

Fontes