Morre ex-primeira dama Ruth Cardoso

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

25 de junho de 2008

O presidente nacional do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), informou que morreu ontem (24) à noite em São Paulo, no apartamento da família, a ex-primeira-dama Ruth Cardoso, 77 anos, mulher do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, em decorrência de problemas cardíacos.

Ruth Cardoso

“Estamos em luto. Foi uma perda muito grande, irreparável para o partido e para o Brasil”, afirmou Guerra à Agência Brasil.

Natural de Araraquara, Ruth Vilaça Correia Leite Cardoso era doutora em antropologia pela Universidade de São Paulo, onde lecionou, foi pesquisadora e conheceu o marido, com quem era casada desde 1953. Teve três filhos.

O deputado Paulo Renato Souza (PSDB-SP) disse que conversou com o ex-presidente hoje pela manhã. Fernando Henrique Cardoso teria lhe dito que Ruth estava bem após ter feito um cateterismo anteontem (23). Paulo Renato, que foi ministro da Educação nos dois governos FHC, está a caminho de São Paulo.

Cquote1.png

A Ruth era uma pessoa muito especial, para sua família, para seus amigos, para nosso país. Um exemplo de dignidade, delicadeza, inteligência e carinho pelas pessoas. É uma dor imensa a que sinto nesse momento. Nossa, como vai fazer falta...

Cquote2.svg
José Serra, governador de São Paulo



O secretário-geral do PSDB, deputado Rodrigo de Castro (MG), lamentou a morte da ex-primeira-dama e ressaltou a contribuição de Ruth Cardoso para o país. "Ela construiu uma grande teia social em favor da população brasileira", disse referindo-se a programas sociais coordenados por Ruth, como o Comunidade Solidária.

Ontem (24), Ruth Cardoso tinha recebido alta de uma internação de quatro dias, no Hospital Sírio Libanês. Ela estava hospitalizada por causa de dores no peito.

Cquote1.png

Recebi com surpresa e pesar a notícia do falecimento de dona Ruth Cardoso. É difícil acreditar que aquela intelectual determinada que conheci muitas décadas atrás, com convicções firmes, gestos nobres e ao mesmo tempo sensibilidade para o drama da desigualdade social, tenha nos deixado. É uma grande perda para o País. Tenho certeza de que será sempre lembrada pelas sementes que plantou em sua brilhante carreira, por iniciativas como o Programa Comunidade Solidária entre tantas outras. Em meu nome e de Marisa, peço que Deus lhe dê a eterna felicidade e conforte o coração do amigo Fernando Henrique, seus filhos e netos.

Cquote2.svg
Luiz Inácio Lula da Silva, presidente do Brasil




Em virtude da morte, o PSDB cancelou as comemorações do aniversário de 20 anos do partido que aconteceriam amanhã (26), no plenário do Senado.


Fontes