Morre aos 82 anos, o antigo presidente iraniano Ali Akbar Hashemi Rafsanjani

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Obituário
Portal Obituário
Outras notícias sobre obituário
Akbar Rafsanjani em 2015.
Imagem: Siamak Ebrahimi.

9 de janeiro de 2017

O antigo presidente do Irã(o), Akbar Hashemi Rafsanjani, morreu no hospital em Teerã(o), capital do país, após um ataque cardíaco. A morte do antigo presidente iraniano aconteceu na noite de domingo (8 de Janeiro), mas só divulgada pela televisão estatal nas primeiras horas de hoje. Ele tinha 82 anos.

Nascido em 1934, Rafsanjani estudou teologia em Qom. Ele foi um dos líderes da Revolução Islâmica de 1979 que teve no lugar em Irão, que derrubou o Xá para fazer o país em uma república religiosa. Ele foi o primeiro a ocupar, durante nove anos, o discurso do Parlamento iraniano (Majlis) pós-revolução. Rafsanjani foi também nomeado representante superior do líder supremo aiatolá Ruhollah Khomeini no Conselho de Defesa Supremo, efectivamente comandante-em-chefe das Forças Armadas do Irã em 1988 para o fim da guerra Irã(o)-Iraque.

Um ano após o fim da guerra Irã(o)-Iraque, Rafsanjani se tornou presidente e levou o país na reforma pós-guerra, através da realização de uma política de liberalização econômica, fortalecimento e melhoria nas relações com nações vizinhas, incluindo árabes, Ocidente e a Ásia Central recém independente da extinta União Soviética. Rafsanjani foi eleito para um segundo mandato e serviu como presidente até 1997.

Em 2005, Rafsanjani participou na eleição presidencial, mas perdeu para Mahmoud Ahmadinejad. Desde então, se tornou um de seus principais críticos. Rafsanjani se juntou com os reformistas em 2009, quando o presidente opositor Ahmadinejad foi reeleito em meio às acusações de fraude e violência política. O Conselho dos Guardiões bloqueou sua candidatura à presidência em 2013, alegando sua idade. Rafsanjani mais tarde apoiou o moderado Hassan Rouhani, que ganhou a eleição 2013. Rouhani é candidato à reeleição em maio deste ano.

Com a sua morte, o campo moderado e reformista perde uma influência partidária no seio da elite política iraniana. O enterro de Rafsanjani está programado para terça-feira (10/1).

Fontes[editar]

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati