Morre aos 66 anos, o ex-comandante do IRA, McGuinness, que negociou a paz na Irlanda do Norte

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Portal Obituário
Outras notícias sobre obituário

Agência Brasil

21 de março de 2017

O ex-vice-primeiro-ministro da Irlanda do Norte e antigo comandante do Exército Republicano Irlandês (IRA), Martin McGuinness, morreu aos 66 anos, segundo comunicado de hoje (21) do partido republicano Sinn Féin. McGuinness teve uma amiloidose, uma doença degenerativa que afetou seu coração.

"É com profundo pesar e tristeza que ficamos sabendo da morte do nosso amigo e camarada Martin McGuinness, que faleceu na madrugada em Derry (Irlanda do Norte). Deixará muitas saudades em todos os que os conheceram", diz a nota.

O dirigente histórico renunciou no início de janeiro ao seu posto no governo autônomo de poder compartilhado entre protestantes e católicos, o que provocou a queda do Executivo e obrigou Londres a convocar eleições regionais no dia 2 de março. A doença o levou a deixar também a política, pouco depois de abandonar o cargo.

O presidente do Sinn Féin, Gerry Adams, destacou a "determinação, dignidade e humildade" mostradas por McGuinness "durante toda sua vida", qualidades que manteve "neste breve período de enfermidade".

"Era um apaixonado republicano que trabalhou incansavelmente pela paz e a reconciliação e pela reunificação de seu país", afirmou Adams, amigo pessoal e companheiro de McGuinness durante o conflito na província britânica.

Juntos, Adams e McGuinness levaram o IRA ao desarmamento e ao fim da violência e iniciar um exitoso processo de paz, que culminou com a formação do governo compartilhado em 1988.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati