Morre Carlos Menem, ex-presidente da Argentina

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

14 de fevereiro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O presidente Alberto Fernández decretou três dias de luto nacional, a partir de hoje, pelo falecimento de Carlos Saúl Menem, de 90 anos, duas vezes eleito presidente da Argentina.

Por meio de uma postagem em seu Twitter, o presidente expressou seu “profundo pesar” pela morte e destacou: “Sempre eleito democraticamente, foi governador de La Rioja, presidente da nação e senador. Durante a ditadura, ele foi perseguido e preso. Todo o meu amor vai para Zulema, Zulemita e todos aqueles que choram por ele hoje".

Menem, nascido em 2 de julho de 1930 em Anillaco, La Rioja, foi Chefe de Estado da Argentina entre 1989 e 1999 e, anteriormente, havia sido governador de sua província natal nos períodos de 1973-1976 e 1983-1989. Desde 2005, ele atuava como senador nacional.

Menem, que sofria de diabetes e problemas cardíacos, foi internado semanas atrás para fazer exames de próstata, quando foi diagnosticado com uma infecção urinária, situação que afetou ainda mais seu estado de saúde.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit