Ministros vão reassumir mandato para votar parecer sobre denúncia contra Temer

Fonte: Wikinotícias
Eliseu Padilha, ministro-chefe da Casa Civil

1 de agosto de 2017

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

A Câmara dos Deputados vota nesta quarta-feira o parecer da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara (CCJ) da Casa contrário ao prosseguimento da denúncia, sobre a admissibilidade do processo contra o presidente Michel Temer pelo suposto crime de corrupção passiva.

O ministro-chefe da Casa Civil da Presidência da República, Eliseu Padilhacitou que os ministros que têm mandato de deputado serão exonerados temporariamente do cargo para retornar à Câmara e participar da votação em plenário.

Esta não será a primeira vez que ministros retornam ao Congresso para votar em assuntos de interesse do governo. Em outubro do ano passado, dois ministros foram exonerados para que votassem a proposta de emenda à Constituição (PEC) que prevê um teto para os gastos públicos. Em abril deste ano, Temer usou o mesmo recursos ao exonerar os ministros para reassumir o mandato de deputado federal e votar no projeto da reforma trabalhista.

Fontes