Ministro da Defesa da Alemanha fala sobre envio de tanques para Ucrânia

24 de janeiro de 2023

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O ministro da Defesa alemão, Boris Pistorius, disse na terça-feira que a decisão de seu governo sobre a aprovação ou não das exportações de tanques Leopard 2 para a Ucrânia chegará muito em breve.

Falando ao lado do secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, após conversas em Berlim, Pistorius disse a repórteres que a revisão em andamento inclui o exame dos estoques de tanques da Alemanha e a consideração de questões de compatibilidade.

Enfrentando a pressão de aliados, incluindo aqueles que possuem tanques Leopard que querem enviá-los para a Ucrânia, Pistorius enfatizou que há unidade na aliança da Otan e disse que, embora alguns países queiram avançar mais rápido do que outros, eles não estão divididos.

Stoltenberg disse que a consulta entre os aliados sobre a questão dos tanques continuará e que haverá uma “solução” em breve.

“Neste momento crucial da guerra, devemos fornecer sistemas mais pesados ​​e avançados para a Ucrânia, e devemos fazê-lo mais rápido”, disse Stoltenberg.

O ministro da Defesa da Polônia, Mariusz Blaszczak, disse na terça-feira que a Alemanha recebeu o pedido da Polônia de consentimento para enviar os tanques de fabricação alemã para a Ucrânia.

“Também estou pedindo ao lado alemão que se junte à nossa coalizão de países que apoiam a Ucrânia com tanques Leopard 2”, tuitou Blaszczak.

Fontes[editar | editar código-fonte]